Pesquisar

Canais

Serviços

- AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Prejuízo no Paraná

Calor mata milhares de frangos no sudoeste

Redação Bonde com informações da Assembleia Legislativa
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Pelo menos 30 aviários da região Sudoeste do Paraná registraram perdas significativas este ano por causa do calor. A informação é do médico-veterinário responsável pelo serviço público de defesa sanitária animal na região, Darci Lucini. Para ele, as altas temperaturas são a causa de inúmeras mortes de aves de corte e muitos produtores já acumulam prejuízos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Sempre que ocorrem perdas acima de 10% dos animais alojados em uma granja, é obrigatória a vistoria do órgão competente para descobrir se a causa é relacionada a problemas sanitários ou não, antes de encaminhar para o devido descarte dos animais. Durante as recentes visitas técnicas às propriedades, Lucini, que é encarregado de emitir esses laudos, tem atestado não a presença de problemas sanitários, mas a incidência de infarto devido aos picos de calor. "As aves de corte não suportam as altas temperaturas e em picos de calor elas ficam sujeitas a morrer por complicações cardiovasculares, o chamado infarto", disse.

Continua depois da publicidade


Na semana passada, um raio atingiu o transformador de uma propriedade no município de Itapejara d’Oeste e a falta de energia elétrica durante toda a madrugada interrompeu os serviços de ventilação e nebulização do aviário, que são técnicas usadas para baixar a temperatura ambiente. Com o calor excessivo, a perda foi de mais de quatro mil aves que estavam prestes a atingir o ponto de abate e isso significa, no sistema integrado, que os prejuízos econômicos sejam de aproximadamente cinco mil reais para o produtor e entre dez a doze mil reais para as agroindústrias.

Ontem, o médico-veterinário da Seab investigou mortes ocorridas em outras duas propriedades localizadas no município de São João, onde ocorreram perdas acima de 10% dos plantéis e também atestou que o calor está matando os animais.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade