Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Menor taxa do país

Desemprego cai a 3,5% na Grande Curitiba e salários sobem

Redação Bonde
24 jul 2013 às 17:04
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de Curitiba apresentou queda no mês de julho, comparada ao índice de maio de 2013. No mês passado, a taxa de desocupação na Grande Curitiba ficou em 3,5%, abaixo dos 3,9% registrado em maio. A taxa é a menor do país, em comparação com outras seis pesquisadas.

Os dados são de um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em parceria com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), divulgado nesta quarta-feira (24).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


O índice registrado pela capital paranaense é quase metade do que atingiu a média nacional, que ficou em 6% e, ao contrário de Curitiba, teve aumento de 0,2 ponto percentual na comparação com maio de 2013.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC

Além da queda no desemprego, houve aumento no rendimento médio dos trabalhadores da região, em 2,9%, em relação a maio, e em 3,6% na comparação com o mês de junho de 2012. O trabalhador da Grande Curitiba ganha, em média, R$ 2.086,30, valor acima dos R$ 1.869,20 da média nacional divulgada pelo IBGE.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade