Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Fique esperto

Devolução de IR de férias exige retificação

Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A Receita Federal divulgou as regras para os trabalhadores receberem de volta o Imposto de Renda pago sobre a venda de férias: será preciso fazer a declaração retificadora. O valor das restituições deve chegar a R$ 2 bilhões, de acordo com o órgão federal. Os documentos começam a ser recebidos nesta terça-feira (5), após publicação das regras.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Quem não sabe se tem direito a essa restituição terá de procurar a documentação da época para verificar se foi cobrado IR a mais ou não.

Continua depois da publicidade


Além disso, quem não guardou a declaração daquele ano em disquete ou no computador terá de refazer tudo. Já os contribuintes que ainda possuem o arquivo podem alterar apenas o campo ''rendimentos tributáveis'', do qual será descontado o valor pago como férias. Esse valor deve ser lançado agora como ''rendimentos isentos''.


Para saber qual é esse valor, o trabalhador terá de obter o recibo das férias vendidas ou o informe de rendimentos junto à empresa em que trabalhava na época.


Também é preciso fazer uma retificadora para cada ano, baixando na internet o respectivo programa. Depois disso, o trabalhador terá de aguardar o pagamento da restituição por até cinco anos. O dinheiro sairá nos lotes residuais do IR.

Continua depois da publicidade


A polêmica sobre a cobrança do IR sobre férias se estendeu até o começo deste ano, quando a Receita publicou uma ''solução de divergência'' sobre a questão. Ficou definido que o trabalhador tem o direito de vender para a empresa dez dos seus 30 dias de férias sem pagar IR sobre esse valor.

Para ter o dinheiro de volta, o trabalhador terá de retificar as suas declarações do IR nos anos em que vendeu suas férias. Essa regra só vale para as declarações dos últimos cinco anos, de 2005 (ano-base 2004) até 2008 (ano-base 2007). Quem quiser reaver o IR para períodos anteriores terá de recorrer à Justiça.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade