Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Cotação

Dólar comercial abre em baixa de 0,95% a R$ 2,09

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O dólar comercial abriu em baixa de 0,95% hoje, cotado a R$ 2,09 no mercado interbancário de câmbio. Na última sexta-feira (dia 15), a moeda norte-americana fechou em alta de 1,34%, a R$ 2,11. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista abriu em baixa de 0,92% a R$ 2,0895.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Os sinais são positivos no ambiente internacional neste início de semana. A agenda fraca nos Estados Unidos hoje abre espaço para que os investidores operem com maior tranquilidade, até porque, dos emergentes, surgem boas informações. A Bolsa indiana subiu mais de 17% em reação ao resultado das eleições e, na China, o plano de estímulo para as indústrias químicas e de petróleo sinaliza um aumento expressivo no consumo de petróleo.

Continua depois da publicidade


Além do cenário internacional positivo de hoje, o mercado doméstico de câmbio devolve parte da alta de mais de 1% de sexta-feira, demonstrando que, sem novidades ruins, a tendência do dólar internamente é de queda.


Por aqui, o mercado vai acompanhar os desdobramentos da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, que desagradou aos investidores. Também aguarda a oficialização da união entre a Perdigão e a Sadia, que pode ocorrer ainda hoje. No cenário macroeconômico, o destaque é o resultado do emprego formal de abril, compilado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do governo federal. Nesta manhã, já foram anunciadas as projeções do mercado financeiro reunidas pela pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central, que mostram que as expectativas para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano continuam sendo revistas para baixo. Também foi reduzida a projeção para a taxa básica de juros, a Selic, no fim deste ano, que agora está em 9%, e a taxa de câmbio seguiu a rota e diminuiu de R$ 2,20 para R$ 2,12 para o fim de 2009.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade