Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Cotação

Dólar comercial abre em queda de 1,12% a R$ 1,942

Agência Estado
10 jun 2009 às 08:02
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O dólar comercial abriu o dia em queda de 1,12%, negociado a R$ 1,942 no mercado interbancário de câmbio. Ontem, a moeda norte-americana havia fechado o dia em alta de 1,29%, cotada a R$ 1,964. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar à vista abriu os negócios em baixa de 1,02%, a R$ R$ 1,943.

Os cenários econômicos interno e o externo continuam destoando. No mercado doméstico de câmbio isso traduz-se em uma tendência de queda do dólar ante o real, ajudada por momentos de ajuste rápidos e repentinos, como vem ocorrendo nos últimos pregões. Hoje, a expectativa dos operadores é de dia com forte potencial para alterar rota dos negócios após a abertura em queda. Além do noticiário, há hoje a formação da taxa de câmbio de referência (ptax) do Banco Central, que liquida amanhã os contratos futuros de dólar julho, e os swaps leiloados pelo BC.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No exterior, o dia coleciona notícias ruins na Europa e Ásia, enquanto espera a divulgação dos dados da economia norte-americana, que devem dar o tom final. Já foi noticiada uma taxa de desemprego recorde em seis anos no Japão; a primeira deflação (-0,1% em junho) da história da zona do euro; e a maior contração em cerca de 60 anos do Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido na base de comparação anual. Ainda assim, o clima não é dos piores.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC


No Brasil, o tom positivo interno do dia é garantido pelo Índice de Confiança da Indústria, que subiu de 4,8% em junho ante maio. O Nível de Utilização de Capacidade Instalada (Nuci) da indústria com ajuste sazonal também aumentou, atingindo 79,5% em no mês passado, após registrar taxa de 79,2% em maio.


Além disso, há as perspectivas para a continuidade de fluxo positivo. Hoje, os investidores interessados nas ações da BR Malls devem fazer sua reserva. A empresa, que atua no segmento de shopping centers, oferta 48.455.481 papéis, dos quais 30.284.676 ações de distribuição primária e 18.170.805 ações em distribuição secundária. A operação poderá chegar a R$ 809 milhões, sem levar em conta lotes suplementar e adicional.

A Light publicou nesta terça-feira (30) na imprensa que fará uma oferta secundária de 26.791.345 ações no Novo Mercado. Considerando-se o preço do papel no fechamento de ontem da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), de R$ 27,75, a operação deverá girar R$ 743,460 milhões. Segundo o aviso, o período de reserva das ações começa no próximo dia 7 de julho e se encerra em 10 de julho. No dia 13 de julho será encerrado o procedimento de livro de ofertas (bookbuilding) e fixado o preço por ação.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade