Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Pobreza

Governo aumenta valor do Bolsa Família

AEN
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O limite de renda mensal por pessoa dos beneficiários do Bolsa Família foi alterada. O critério que define a condição de pobreza das famílias passou de R$ 120 para R$ 137, e o de extrema pobreza de R$ 60 para R$ 69. Com a intenção de garantir o aprimoramento contínuo do Programa, a ampliação levou em conta o reajuste no Índice Nacional de Preços ao Consumidor, no período abril de 2006 a dezembro de 2008.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Com o aumento do valor, o Paraná terá 27,3 mil novas famílias beneficiadas pelo Programa, a partir deste mês, com a primeira expansão cadastral. A inclusão dos novos cadastros será gradativa, após a primeira etapa de maio, outras duas acontecem em agosto e outubro.

Continua depois da publicidade


Os municípios que apresentaram maior expansão no número de famílias foram Colombo (6.149), Foz do Iguaçu (5.890), Cascavel (3.200), Fazenda Rio Grande (2.555), Piraquara (2.470), Campo Largo (2.129), Cambé (1.259) e Londrina (1.022).


Para o secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia, a ação vai melhorar a condição de vida destas famílias, aumentando o poder de compra e promovendo o acesso da população mais carente à educação e saúde. "O Programa confirma sua eficiência através dos números, que apontaram que, entre 2004 e 2006, foi responsável por 20% da redução da desigualdade no país".


PAGAMENTO

Continua depois da publicidade


O coordenador do Bolsa Família na Secretaria, Nircélio Zabbot, alerta que as novas famílias incluídas receberão os cartões de pagamento dos benefícios na residência do endereço fornecido no Cadastro Único. "Se a família não for encontrada no endereço indicado, os cartões ficarão disponíveis para o responsável durante 30 dias, na Posta-Restante dos Correios. Se não forem buscados após este prazo nos Correios, serão devolvidos à agência mais próxima da Caixa Econômica Federal".


Segundo Nircélio, enquanto os cartões não forem localizados e recebidos pelo titular, os novos beneficiários poderão retirar o benefício em qualquer Agência da Caixa portando documento de identidade pessoal com foto e respectivo Número de Identificação Social (NIS).


CADASTROS


Em todo país, a inclusão dos novos cadastros será gradativa, observando-se a aplicação de nova metodologia - Mapas de Pobreza, para a estimativa de famílias pobres por município. Em maio, serão incluídas 300 mil; em agosto, 500 mil e mais 500 mil em outubro. As demais 600 mil famílias serão incluídas em 2010.


Com o novo método, o MDS pretende melhorar o foco do Bolsa Família, atendendo a estudos sobre a instabilidade de renda nas famílias pobres e a tendência de metropolização de pobreza. O acréscimo irá priorizar os centros urbanos e principalmente as cidades das regiões metropolitanas.

Em maio serão 3.700 municípios atingidos, sendo que alguns deles não dispõem de cadastros habilitados, suficientes para a ampliação do Programa. No Paraná, as cidades que estão nesta situação são Arapongas, Castro, Apucarana, Cianorte, Piraquara, Paiçandu, Umuarama, São Mateus do Sul, Toledo, Rolândia, Cambé, Fazenda Rio Grande. O Ministério disponibilizará aos gestores estaduais cópias da teleconferência abordando o assunto, para que esta situação seja estabilizada.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade