Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Poluição sonora

MP quer acabar com caixas de som no comércio

Redação Bonde com MP
29 out 2009 às 12:15
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba, reuniu-se, na última terça-feira (26), com o Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos do Estado do Paraná para tratar da poluição sonora.

Muitas farmácias e drogarias da Capital utilizam caixas de som à porta para fazer propaganda de seus produtos e ofertas. No entanto, a lei municipal 10625/002 proíbe "a utilização de equipamentos sonoros, fixos ou móveis, como meio de propaganda ou publicidade, nos logradouros públicos". A mesma lei estabelece a chamada "zona de silêncio", ou seja, veda publicidade ou propaganda sonora num raio de 200 metros de escolas, hospitais, postos de saúde, bibliotecas e hotéis.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


A promotoria de Justiça pediu a colaboração do Sindicato para exigir o cumprimento da lei, a fim de resolver administrativamente a questão da poluição sonora produzida por farmácias em Curitiba. O Sindicato comprometeu-se a divulgar a lei entre os empresários que revendem produtos farmacêuticos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC

O Ministério Público fará reuniões com representantes de outros segmentos varejistas para coibir a poluição sonora em todos os setores do comércio. Em princípio serão feitas conscientizações e esclarecimentos com respeito às obrigações dos comerciantes. No entanto, caso o desrespeito persista, o MP-PR adotará medidas judiciais para garantir o cumprimento da lei.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade