Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Decisão judicial

Net TV terá de indenizar cliente por mau serviço

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A Net TV terá que pagar R$ 6,5 mil a uma consumidora, a título de indenização por danos morais, além de danos materiais, em virtude da prestação de serviço defeituoso que causou a negativação do nome da cliente. A decisão é do 6º Juizado Especial Cível de Brasília.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

De acordo com os autos, as partes firmaram contrato de prestação de serviço de TV a cabo e Internet, porém, em razão de inúmeras falhas e interrupções do sinal de TV a cabo, a autora solicitou o cancelamento do referido serviço.

Continua depois da publicidade


Diante disso, um funcionário da empresa foi à residência da autora e retirou o equipamento relativo ao serviço de TV a cabo. Ocorre que, mesmo após a retirada do aparelho, a empresa continuou enviando à autora faturas com a cobrança do serviço. Ao incluir na fatura valores indevidos, a autora deixou de efetuar o pagamento das mesmas, o que gerou a anotação de seu nome nos cadastros de inadimplentes.


Em defesa, a Net argumentou que seu sistema não acusou a devolução do equipamento disponibilizado à autora, o que acabou gerando novas faturas mesmo após o cancelamento do serviço.


Analisando os documentos juntados aos autos, o juiz conclui que não há dúvida de que houve defeito na prestação do serviço oferecido pela ré, tendo em vista que este não forneceu à consumidora a segurança que dele legitimamente esperava. Isso porque, documento idôneo, assinado por funcionário da empresa, comprova a retirada do aparelho de acesso à TV a cabo, desautorizando, portanto, o envio de faturas de cobranças por um serviço que não estava mais disponibilizado.

Continua depois da publicidade

A Net TV recorreu da sentença, mas ela foi mantida pela 2ª Turma Recursal, por unanimidade. As informações são da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade