Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Na Patagônia

Petrobras descobre petróleo na terra dos Kirchner

Agência Estado
26 jun 2012 às 10:59
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Petrobras Argentina informou, nesta segunda-feira (25), a descoberta de um poço de "petróleo e gás" na área chamada Estância Água Fresca, na província de Santa Cruz, na região da Patagônia, conhecida como destino turístico e terra natal da família Kirchner.

"A descoberta ocorreu durante a perfuração do poço La Cancha Austral, a aproximadamente 230 quilômetros ao noroeste da cidade de Rio Gallegos, a uma profundidade de 3.020 metros", diz o comunicado divulgado à imprensa.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Ainda segundo informação da companhia, "resultados preliminares" indicam a presença de "gás e de petróleo" e "estimativa de reservas de aproximadamente 6 milhões de barris de petróleo".

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC


Este foi o primeiro anúncio de descoberta dos combustíveis após a estatização da petroleira YPF, em abril passado, e em meio a expectativas sobre novos investidores na companhia argentina.

Publicidade


Antes da estatização, a YPF era uma empresa principalmente de capitais espanhóis.


Ainda em abril, quatro dias após a expropriação da YPF, o governo brasileiro anunciou que a Petrobras investiria US$ 500 milhões na Argentina neste ano, e que o aporte da estatal no país vizinho seria aumentado conforme "pedido expresso" de Buenos Aires.

Publicidade


Deficit de energia


O anúncio da Petrobras ocorre ainda em um momento no qual a Argentina busca administrar seu deficit energético, como reconheceu a presidente Cristina Kirchner em diferentes ocasiões.

Publicidade


"Pela primeira vez, em dezessete anos, desde a privatização (total) da YPF em 1998, passamos em 2011 a ser importadores de gás e de petróleo", disse Kirchner. Segundo ela, somente em 2011 o país teve que importar US$ 9,3 bilhões em combustíveis.


Recentemente surgiram informações de que a Argentina poderia possuir a terceira maior reserva de gás não convencional do mundo na região conhecida como Vaca Muerta, uma região terrestre e rochosa, na província de Neuquén, também na Patagônia.

Publicidade


Segundo especialistas argentinos, não existem ainda, porém, cifras confiáveis que possam confirmar que o país poderia ser dono da terceira maior reserva deste gás não convencional do planeta, como indicou o Departamento de Energia Americano.


Em uma entrevista recente à BBC Brasil, o ex-secretário de Energia da Argentina, Daniel Montamat, disse que o país precisava "acelerar" descobertas e investimentos no setor para evitar "maiores deficits ainda" mais adiante.


"A Argentina passou, nos últimos anos, de exportadora a importadora de combustível e deve resolver esta equação o quanto antes", disse.

No comunicado divulgado nesta segunda, a Petrobras afirmou que o La Cancha é o segundo descobrimento nesta concessão localizada em Santa Cruz. No texto, a Petrobras Argentina afirma que é a "operadora do consórcio" para a exploração desta região formado por 50% da empresa e outros 50% da Companhia General de Combustibles S.A. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade