Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Desequilíbrio dos tributos

Pobres trabalham 197 dias/ano para pagar impostos

Agência Brasil
16 jun 2009 às 13:54
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As famílias com renda de até dois salários mínimos mensais precisaram trabalhar 197 dias no ano passado para pagar seus impostos. Se a família recebeu mais de 30 salários mínimos, foram necessários 106 dias para honrar os compromissos com tributos.

Os cálculos que mostram o desequilíbrio na cobrança de tributos fazem parte do estudo Receita pública: quem paga e como se gasta no Brasil, divulgado hoje (30) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pela Receita Federal.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Segundo o levantamento, os 10% mais pobres da população brasileira usaram 32,8% de seus rendimentos para o pagamento de impostos no ano passado. Entre os 10% mais ricos, esse percentual cai para 22,7%.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC

Os economistas do Ipea também estimaram a renda gasta com impostos por pessoas que tinham ou não propriedades no ano de 2006. Segundo o estudo, os proprietários de algum bem (empresa, casa, automóvel) comprometaram 13,6% de sua renda com o pagamendo de tributos. Quem só recolhe a contribuição previdenciário e o Imposto de Renda (IR) foram classificados como "não proprietários" e usaram 24,4% de seus rendimentos na quitação de tributos.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade