Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Investimento

Toyota amplia produção no Brasil e na Argentina

Agência Estado
24 jan 2011 às 09:52
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Toyota vai ampliar sua capacidade produtiva em 60% no Brasil e na Argentina nos próximos dois anos. Líder mundial em vendas, com 7,5 milhões de veículos em 2010, o grupo japonês decidiu investir mais nos países emergentes, mercado que nos últimos anos não foi alvo de atenção da marca.

?Mudamos nossa estratégia para nos concentrar nos países emergentes?, disse Akira Okabe, diretor da Toyota Motor Corporation. Ele esteve em São Paulo na sexta-feira para participar da cerimônia de transição da presidência da empresa do Mercosul, que passa a ser ocupada por Shunichi Nakanishi. Juntos, os dois países terão capacidade produtiva de 230 mil carros por ano, ante as 140 mil atuais. Os investimentos somam US$ 640 milhões - a maior parte ficará no Brasil, onde a Toyota constrói sua segunda fábrica. Na Argentina, a capacidade produtiva será ampliada de 70 mil para 90 mil unidades ao ano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


A unidade de Sorocaba, que será inaugurada em meados de 2012, terá capacidade inicial para 70 mil veículos ao ano e permitirá à marca atuar no segmento de carros compactos, responsável por 70% das vendas no País. Hoje, a Toyota só tem produtos do segmento de sedãs, picapes e utilitários. O único modelo feito no Brasil é o Corolla.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC

A fábrica produzirá as versões hatch e sedã derivadas de um carro desenvolvido especialmente para mercados emergentes, já em produção na Índia, onde tem o nome de Etios. Ele vai disputar espaço com modelos como Volkswagen Gol e Fiat Palio nas versões mais potentes, pois não terá motor 1.0. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade