Pesquisar

Canais

Serviços

- Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Confira

Receita abre consulta a novo lote de restituições nesta segunda

22 jan 2022 às 20:00
Continua depois da publicidade

A Receita Federal abrirá, a partir das 9h desta segunda-feira (24), a consulta ao lote residual do Imposto de Renda de janeiro. O dinheiro da restituição será depositado no dia 31 de janeiro, diretamente na conta bancária informada pelo contribuinte na declaração do Imposto de Renda.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade

Um total de R$ 281,9 milhões será pago para 240.744 contribuintes. Desse recurso, R$ 96,6 milhões serão destinados aos contribuintes prioritários. São eles:


3.586 idosos acima de 80 anos
28.358 idosos entre 60 e 79 anos
2.129 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave
9.233 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério


Além daqueles que têm prioridade, 197.438 contribuintes não prioritários, que entregaram a declaração até 16 de janeiro deste ano, receberão a restituição no final do mês.

Continua depois da publicidade


Segundo a Receita Federal, este lote residual é composto por contribuintes que entregaram declaração há bastante tempo, mas estavam com alguma pendência que só foi regularizada agora, e aqueles que entregaram ou retificaram suas declarações recentemente.


Para saber se teve sua restituição liberada, o contribuinte deverá seguir os seguintes passos:


Acessar o site da Receita Federal (gov.br/receitafederal)
Clicar em "Meu Imposto de Renda"
Clicar em "Consultar a Restituição"
Acessar as opções de consulta simplificada ou completa da situação da declaração
O acesso também pode ser feito via aplicativo da Receita Federal para tablets e smartphones.
Em caso de desativação da conta-corrente informada ou outro problema similar, o valor da restituição ficará disponível por até um ano no Banco do Brasil. O contribuinte deve procurar o banco para reagendar o crédito dos valores, via portal online ou ligação para a central de relacionamento.
Valores não resgatados no prazo de um ano deverão ser requeridos na página da Receita Federal. Após clicar em "Meu Imposto de Renda", o usuário deve selecionar "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".


Quem não recebe


Quem enviou declaração retificadora (que corrige ou inclui algum valor ou informação declarados anteriormente) vai para o final da fila de pagamento das restituições. Isso acontece porque a Receita considera a data de entrega da declaração corrigida. O prazo para correção das declarações é de cinco anos.


Quem caiu na malha fina por cometer erros na hora de declarar o imposto também não recebe a restituição enquanto não corrigir a pendência. Omissão de rendimentos e falhas ao declarar despesas médicas estão entre os motivos que mais levam o contribuinte a cair na malha fina do IR.


O contribuinte que ainda aguarda o pagamento de sua restituição deve acessar o extrato de sua declaração para verificar se a Receita encontrou pendências e, se for o caso, corrigi-las por meio de uma declaração retificadora.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade