Pesquisar

Canais

Serviços

A raça Senepol só perde em venda de sêmen para Angus e Simental - Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Mercado de touros

ExpoLondrina: raça Senepol é a 3ª em venda de sêmen

Redação Bonde com SRP
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O único produtor da raça Senepol no Paraná, o pecuarista Alaor Souza Taques Filho, de Ventania (PR) participa com 13 animais, no Pavilhão César Fuganti, na 49ª ExpoLondrina. A raça é novidade na Feira e está em processo de expansão. Taques Filho afirma que o mercado é extremamente promissor. "Esta é uma raça nova e já é a terceira em venda de sêmen entre os taurinos. Só perde para Angus e Simental".

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"A demanda é bem maior do que a oferta. Todos os oito machinhos que eu tinha eu vendi antes da Feira. Aqui muita gente veio querendo fazer negócio, mas eu não tenho mais nem para o ano que vem", afirma. A produção de 2009 para 2010 já está vendida. "A produção de 2010 vou segurar para vender aqui na Exposição em 2011".

Continua depois da publicidade


Taques Filho iniciou na criação em 2006, tem 26 animais adultos, 50 animais em fertilização "in vitro" vão nascer este ano. No ano passado ele começou a fazer cruzamento absorvente em cima da raça Caracú e 30 fêmeas estão para dar origem ao Puro de Cruza (PC)


O Senepol é uma raça taurina pura adaptada da Ilha de Saint Croix (Ilhas virgens do Caribe). Os primeiros animais foram importados para o Brasil em 2000, para o estado de Rondônia. Hoje, a raça se expandiu por todo o país, com grande concentração nos estados do Mato Grosso do Sul (MS), Minas Gerais (MG) e São Paulo (SP). A Associação Brasileira de Criadores de Bovinos de Senepol (ABCB Senepol), com sede em Uberlândia (MG) conta com 63 associados e cerca de seis mil cabeças no país.


Originário do cruzamento dos taurinos N´Dama e Red Poll, o Senepol herdou, do primeiro,a tolerância ao calor. Entre suas características estão ainda "pelo zero" e habilidade para pastejar. O Senepol continua a pastejar nas horas mais quentes do dia. Estas características tornam esta raça 100% adaptada ao clima brasileiro.

Continua depois da publicidade


A carne do Senepol é extremamente macia, segundo dados do laboratório australiano Genestar, que divulga um dos maiores índices de maciez: 22% para dois genes, 50% para um gene e apenas 28% sem genes para maciez. A precocidade também é uma característica do Senepol, com casos de animais aos 16 meses cobrindo vaca a campo e novilhas de 13 meses já participando de processo reprodutivo.


Estes animais também conseguem atingir por volta de 16 meses a cobertura de gordura que os frigoríficos exigem (mínimo de 5mm), segundo estudo de abate técnico realizado em 2004, por doutorandos da USP (Universidade de São Paulo). No abate, a raça teve 55% de aproveitamento de carcaça.

Segundo o coordenador de marketing da ABCB Senepol, Carlos Junior, o principal objetivo dos criadores hoje é "confirmar que a raça foi feita para o Brasil, pois possui a rusticidade do zebu e a eficiência do taurino, qualidades encontradas no Senepol". Por sofrer menos estresse térmico, o Senepol é um animal muito dócil. Outra característica da raça é o "caráter mocho", que é repassado em programas de cruzamento industrial, vantagem na pesagem e na facilidade de manejo.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade