Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
2ª visita em 26 anos

Príncipe Naruhito chega hoje em Brasília para o Imin 100

Agência Estado
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Está prevista para o fim da tarde desta terça-feria (17) a chegada do príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, a Brasília. Ele será recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e fará parte de uma cerimônia oficial, no Congresso Nacional, para lembrar os 100 anos da imigração japonesa. Também vai se encontrar com representantes das associações japonesas de todo o País.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"A visita de Sua Alteza Imperial será uma oportunidade para homenagear os japoneses que vieram para cá, agradecer a acolhida dos brasileiros e, ao mesmo tempo, fortalecer o intercâmbio comercial entre o Brasil e o Japão", festejou o embaixador Ken Shimanouchi.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Naruhito, de 48 anos, filho mais velho do imperador Akihito, vai prestigiar as comemorações dos 100 anos da imigração. Ontem, ele saiu do aeroporto de Haneda, perto de Tóquio, e desembarcou em Nova York, para seguir ao Brasil. Será a segunda viagem do príncipe ao País, onde já esteve em 1982.


Na quinta-feira, Naruhito começa a cumprir uma extensa agenda de compromissos a partir de São Paulo. No sábado, dia 21, vai a Santos, onde chegou em 18 de junho de 1908 o navio Kasato Maru, com o primeiro grupo de japoneses. O príncipe japonês deve visitar ainda o Paraná, Minas e Rio de Janeiro.


Moeda

Continua depois da publicidade

O Banco Central lança nesta quarta-feira (18) uma moeda comemorativa em homenagem ao centenário da imigração japonesa. Serão lançadas inicialmente 2 mil unidades que têm em uma das faces a reprodução da imagem do navio Kasato Maru. Do outro lado, a moeda traz a imagem de uma descendente trabalhando na colheita de caqui, fruto introduzido no País pelos japoneses. Destinada a colecionadores, a moeda não tem valor corrente e será vendida por R$ 24 nas sedes regionais do BC ou no Banco do Brasil.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade