Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Sem escola

Câmara intercede em favor de alunos do CEEBJA

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Terminou por volta das 16 horas desta quinta-feira (19) a explicação das dirigentes do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Londrina aos vereadores sobre a transferência da sede do Centro Estadual de Educação Básica de Jovens e Adultos (CEEBJA). O serviço atende 1,8 mil alunos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Sem consultar os alunos, o NRE resolveu mudar as aulas que eram realizadas em um prédio na região central para o Colégio Estadual Benjamin Constant, na Vila Portuguesa, e as que eram ministradas na Universidade Estadual de Londrina (UEL) para o Colégio Estadual Dário Vellozo.

Continua depois da publicidade


O prédio atual do CEEBJA, na rua Benjamin Constant, ao lado do terminal, não oferece condições de segurança, já que há um laudo do Corpo de Bombeiros apontando a precariedade do imóvel.


Os alunos reclamam que os locais são distantes de suas casas ou do terminal de ônibus e que nas escolas terão de dividir espaço com crianças e eles, são adultos. Outra reivindicação dos alunos é que o sistema de aulas individuais volte a ser utilizado, o que possibilita o término do curso supletivo em menos tempo. Antes os estudantes podiam estudar nos melhores horários para eles; com a mudança terão de ir à escola num turno e hora pré-fixados.


A chefe do NRE, Márcia Lopes, disse que foi feito "todo o possível" para encontrar um local para o CEEBJA no centro de Londrina, mas não há prédios com essas condições e as escolas centrais não têm salas vagas. "Porque os alunos não foram consultados sobre as mudanças? Creio que eles também tem de ser ouvidos", disse o vereador Sebastião Raimundo à chefe do NRE.

Continua depois da publicidade

Depois de muita discussão e explicação e também do discurso de um aluno, foi formada uma comissão composta por membros do NRE, alunos e vereadores. A idéia e fazer uma reunião na tarde desta sexta-feira (20) e procurar uma forma de atender os alunos.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade