Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/ Facebook
Caso Matheus

Ex-guarda municipal é interrogado no Tribunal do Júri após três anos da morte de Matheus Evangelista

Vitor Struck/ Grupo Folha
03 ago 2021 às 15:18
Continua depois da publicidade

Foi retomado no início da tarde desta terça-feira (3) o julgamento que poderá dar um desfecho para o caso Matheus Evangelista. Passados três anos, cinco meses e 23 dias da abordagem policial que acabou com o jovem sem vida, aos 18 anos, o ex-guarda municipal Fernando Ferreira das Neves será julgado pelo Tribunal de Júri de Londrina pelo suposto cometimento de um homicídio qualificado, além de falsidade ideológica e fraude processual. Enquanto dezenas de pessoas acompanham o julgamento através das redes sociais, familiares e amigos do jovem fazem uma vigília do lado de fora do Fórum pedindo por justiça.

Continua depois da publicidade


Fernando Neves é acusado de ter disparado contra Evangelista no pescoço, no bairro Jerônimo Nogueira (zona norte de Londrina). Em seguida, o jovem foi levado pelos policiais ao Pronto-Socorro do HU (Hospital Universitário) da UEL (Universidade Estadual de Londrina)

Continua depois da publicidade

Leia mais na Folha de Londrina.


Continue lendo