Pesquisar

Canais

Serviços

Otimista, gerente do Provopar acredita que atraso não prejudicará a arrecadação - Arquivo/Folha de Londrina
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Londrina

Indefinição política atrasa campanha do agasalho

Loriane Comeli - Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A Campanha do Agasalho de Londrina deste ano, promovida pelo Provopar, começará com um mês de atraso em relação a 2008. O lançamento oficial da campanha será em 6 de junho, às 10 horas no Calçadão da Avenida Paraná.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

No ano ano passado, a data foi 16 de maio, quase três semanas antes. O atraso se deve à indefinição política pela qual passou a cidade em razão da impugnação da candidatura de Antonio Belinati (PP) e do novo segundo turno realizado na cidade, que elegeu Barbosa Neto (PDT) prefeito. A nova presidente do Provopar - Mildredes dos Santos Galvão Bueno - foi escolhida há apenas duas semanas.

Continua depois da publicidade


"Estávamos sem presidente no Provopar em razão da questão política; algumas coisas ficaram pendentes gerando este atraso", afirmou a gerente administrativa da entidade, Marilda Carvalho Dias. "Mas acreditamos que isso não prejudicará a campanha, que não fará com que a arrecadação seja menor".


Em 2008, a campanha do agasalho arrecadou 4 mil cobertores, 152,7 peças de roupas e 11,1 mil pares de calçados, além de 8,3 mil quilos de alimentos. "Normalmente as pessoas doam mais roupas, mas precisamos bastante de cobertores", disse Marilda. O material arrecadado não é doado diretamente às pessoas, mas sim a entidades assistenciais e albergues, além dos Centro de Referência em Assistência Social (Cras).


A campanha será lançada oficialmente em 6 de junho, mas quem tiver doações já pode entregá-las no Provopar. Uma equipe da entidade busca o material se a quantidade for grande. Em 11/06, será realizado o Dia da Bondade e no dia 22 será a campanha é "Dê um corte no frio", que tem a participação de cabeleireiros de Londrina: troca-se um corte de cabelo por um vale-cobertor, que custa R$ 9.

Continua depois da publicidade

O telefone do Provopar para doações é o 3324-2397.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade