03/06/20
20º/15ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Serviços

Londrina divulga números de atendimento ao cidadão

A Prefeitura de Londrina conta com uma estrutura ampla para atender os cidadãos sem que seja necessário eles saírem de casa. Para aqueles que desejam obter mais informações sobre os serviços públicos municipais, seja para fazer alguma denúncia em tempos de pandemia ou deixar uma sugestão, crítica ou elogio há diversos meios de comunicação disponíveis pela internet e telefone. Estes canais estão disponíveis há tempos na Prefeitura e para facilitar a busca daqueles que precisam dessas informações, o N.Com (Núcleo de Comunicação da Prefeitura) listou alguns deles.

N.com
N.com


CONFIRA OS CANAIS DE ATENDIMENTO

Disque 153 – Caso o cidadão verifique algum descumprimento das regras preventivas à COVID-19 como, por exemplo, de estabelecimentos que estão funcionando quando não poderiam estar ou que estão abrindo fora do horário permitido; da realização de festas, eventos sociais ou recreativos; de aglomerações de pessoas; de cidadãos sem a máscara de proteção ou de indivíduos usando ou consumindo produtos fumígenos conhecidos como "narguilé/arguilé” deve procurar a Guarda Municipal de Londrina, pelo telefone 153.

O serviço funciona 24 horas por dia, de segunda a segunda junto à Central de Videomonitoramento. O Disque 153 também recebe os chamados de queimadas criminosas; de violência doméstica e familiar, por meio da Patrulha Maria da Penha; e de denúncias de dengue e de despejo irregular de lixo nos finais de semana.

Aquele que preferir pode encaminhar vídeo, foto ou outro material que comprove a denúncia não factual para a Ouvidoria da Guarda Municipal, pelo e-mail [email protected] As normas de combate e prevenção ao Coronavírus estão dispostas no Decreto Municipal nº 602, publicado no dia 20 de maio (clique aqui para saber mais) e nos Decretos nº 459, 458 e 457 (clique aqui).

Coronavírus – O cidadão interessado em saber mais sobre a situação do coronavírus em Londrina e informações relacionadas a ele, como a realização de testes, telefones de ajuda e atendimento, rede de atendimento em saúde próprio para casos de suspeito e confirmação de Covid-19 devem acessar a página oficial da Prefeitura de Londrina criada especialmente para isso. Através dela a população tem informações sobre os dados epidemiológicos; o boletim diário da doença; os locais de atendimento, legislação sobre o assunto; materiais educativos para as crianças; pode tirar suas dúvidas através de um chatbot e ler as notícias vinculadas à área. Veja alguns canais de comunicação que podem ajudar.

Disque Coronavírus 0800.400.1234 – Em parceria com a UEL, o serviço funciona de segunda a sexta, das 7h às 22h e diariamente pelo chatbot https://coronaai.uel.br.
Unidades Básicas de Saúde exclusivas para casos respiratórios – estão abertas de segunda a sexta, das 7h às 19h, exclusivamente para atender os casos com suspeita de Covid-19. São elas:

UBS Guanabara – (43) 3379-0883
UBS Bandeirantes – (43) 3379-0863
UBS Ouro Branco – (43) 3379-0744
UBS Chefe Newton – (43) 3379-0876
UBS Maria Cecília – (43) 3378-0141
UBS Vila Ricardo – (43) 3379-0772

UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Sabará é a referência para os casos suspeitos e está aberta todos os dias, 24 horas. A UPA fica na Avenida Arthur Thomas, 2.390, no Jardim Novo Sabará, zona oeste de Londrina.
Dúvidas sobre Benefício Social/CadÚnico – Para tirar dúvidas sobre os benefícios sociais distribuídos aos inscritos no CadÚnico (Cadastro Único), os interessados devem ligar para uma das sedes referências da Gerência de Transferência de Renda, da SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social). O agendamento é realizado apenas por telefone, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Já os atendimentos agendados acontecem de segunda a sábado, das 8h às 17h.

• Rua Ermelindo Leão, 270. Telefone (43) 3378-0393
• Rua Argentina, 563 – Vila Brasil. Telefone (43) 3378-0432
• Avenida Juscelino Kubitschek, 2.882 – Vila Ipiranga. Telefone (43) 3378-0425 ou (43) 3378-0431.
• Rua Rio de Janeiro, 1.278 – Centro.

Quem tiver dúvidas sobre o Cartão Comida Boa, programa estadual do Paraná, também pode acessar o site www.cartaocomidaboa.pr.gov.br ou ligar para 0800.200.4150. A ligação é gratuita.

Disque Dengue 0800-400-1893 – Quem souber de locais com materiais acumulando água parada, que podem servir de criadouro para o mosquito da dengue, o Aedes aegypti, pode ligar para 0800.400.1893. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h durante o pandemia. Nos finais de semana é possível denunciar para a Guarda Municipal no 153.

Já aqueles que estiverem com sintomas de dengue devem procurar o Centro Especializado de Atendimento para a Dengue. Ele está montado na sede do CCI Norte, que fica na Rua Luiz Brugin, 570, esquina com Avenida Saul Elkind.

Ele funciona diariamente, das 7h às 1h e pelo telefone 3373-0090. Nas demais Unidades Básicas de Saúde o atendimento à dengue não é exclusivo e está sendo realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Vigilância Sanitária – A SMS (Secretaria Municipal de Saúde), por meio da Gerência de Vigilância Sanitária, também fiscaliza locais que comercializam alimentos, como supermercados, açougues e peixarias. Em caso de dúvidas, suspeitas ou denúncias, o consumidor deve entrar em contato com a Vigilância Sanitária pelo portal da Prefeitura de Londrina ou pelo (43) 3372-9479.

Ouvidoria Municipal 162 – Para o cidadão que foi mal atendido em algum órgão público municipal, ou mesmo quer fazer uma sugestão ou elogio é possível falar diretamente à Ouvidoria Geral do Município. O atendimento está sendo realizado apenas por telefone e pela internet.

O órgão também é responsável por receber as denúncias de má utilização do dinheiro público. É possível escrever e anexar documentos, como fotos ou vídeos, pelo e-mail [email protected] ou [email protected], assim como preenchendo o questionário na página da Prefeitura de Londrina (clique aqui). Todos os contatos estão disponíveis na internet. Quem preferir pode telefonar para os seguintes números:

• Disque 162
• (43) 3372-4165, das 9h às 17h;
• (43) 3372-4531 e 3372-4533, das 9h às 15h;
• (43) 3372-4530 e 3372-4532, das 12 às 18h.

Violência Doméstica e Familiar – Para denunciar casos de violência contra qualquer mulher, criança, adolescente ou idoso é possível encaminhar para o e-mail [email protected] ou ofício à unidade especializada da Mulher, que fica na Rua Almirante Barroso, 107.

Se a violência doméstica e familiar estiver acontecendo deve ser chamada a Polícia Militar do Paraná pelo 190 ou a Guarda Municipal pelo 153, que encaminhará a Patrulha Maria da Penha. O Disque 180 da Central de Atendimento à Mulher também ajuda as vitimizadas de violência.

As vitimizadas também podem procurar a unidade especializada da Mulher de Londrina pelo (43) 3322-1633. Esse mesmo telefone tem whatsapp e recebe imagens, áudio ou filmagens de casos de violência. Para casos de violência com grave ameaça e risco de morte, os vitimizados e seus dependentes menores de 18 anos devem recorrer a Casa Abrigo Canto de Dália, que as acolhe em local seguro e sigiloso. Para isso, basta procurar o CAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher), pelo telefone 3378-0132.

No CREAS IV também é possível denunciar os casos de violência contra os idosos. O telefone para contato é o (43) 3378-0405. O CREAS IV (Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos) fica na Avenida Rio de Janeiro, 1.560.

Lixo ou entulho irregular – Quem jogar lixo, entulho ou materiais de sobras de construção civil em locais proibidos pode ser denunciado e sofrer sanções previstas em Lei. Para denunciar essas atitudes, o contribuinte pode telefonar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para o 3379-7900 ou acessar o site da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). Através do Serviço de Atendimento à Comunidade (SAC) basta preencher um formulário. Nos finais de semana, a denúncia pode ser feita na Central da Guarda Municipal pelo telefone 153.

Jogar lixo, entulho e outros detritos em áreas públicas e particulares é infração ao Código de Posturas do Município de Londrina. A multa varia de R$ 60 a R$ 3 mil e se o ato for classificado como crime ambiental pode chegar até R$ 50 milhões.

Maus-tratos aos animais – Os maus-tratos aos animais são considerados crime, assim como o descuido, tráfico e a acumulação dos bichos. A lei federal nº 9.605/98 e o Decreto nº 6.514/08 tratam deste assunto deixando claro que praticar ato de abuso, maltratar, ferir ou mutilar os bichos silvestres ou domésticos é crime federal. Aquele que for visto praticando uma dessas atitudes pode pegar uma pena de 3 meses a 1 ano de prisão acrescida de multa, que varia de R$ 500 a R$ 3 mil por pessoa.

Quem presenciar cenas de maus-tratos pode denunciar na Sema, pelo (43) 3372-4765, de segunda a sexta, das 12h às 18h ou na Guarda Municipal, pelo 153. Também é possível envio de mensagem pelo aplicativo WhatsApp, número (43) 99994- 8677. A SEMA fica na Rua da Natureza, 155.

Saúde Ambiental e Zoonoses – É possível denunciar casos suspeitos de contaminação do solo e animais peçonhentos. O serviço atende ao público pelo site da Prefeitura, através dos canais da Ouvidoria Geral e, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, pelo telefone (43) 3372-9453.
N.com
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Ainda em investigação
Matador de aluguel é detido na região de Maringá nesta terça
03/06/2020 11:25
Divergências
Convocação para atos pró-democracia ganha força, mas ideia divide grupos
03/06/2020 10:23
Verba federal
Hospitais de Londrina vão receber R$ 1,7 milhão de 'auxílio-emergencial' da Covid-19
03/06/2020 10:08
Em Colombo
MP denuncia médico que trabalhou infectado por Covid-19
03/06/2020 10:00
Dia nublado
Quarta-feira será de chuva fraca e constante em Londrina
03/06/2020 09:15
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados