Pesquisar

Canais

Serviços

Emerson Dias/ N.com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Conscientização

Londrina poderá ter 'passaporte da vacina' para evitar circulação de pessoas sem a imunização

Pedro Marconi/ Grupo Folha
22 set 2021 às 16:11
Continua depois da publicidade

A secretaria municipal de Saúde realiza um estudo para analisar a possibilidade de implantar em Londrina o “passaporte da vacina”.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O documento já foi implementado em várias cidades brasileiras, como São Paulo e Rio de Janeiro. Nestas localidades, o passaporte comprova que a pessoa já tomou a primeira dose ou está com o esquema vacinal completo, com o indivíduo podendo ter acesso a estabelecimentos ou eventos.

Continua depois da publicidade


Felippe Machado, secretário municipal de Saúde, disse que esta iniciativa pode trazer benefícios, incentivando as pessoas se vacinarem contra a Covid-19. “Mas não de caráter impositivo. Precisamos convencer e conscientizar a população que a vacinação, neste momento, não pode ser uma escolha individual, mas uma questão de necessidade coletiva. Quando a pessoa se vacina, não está protegendo somente a nós, mas quem convive e ama”, pontuou.


Entre os pontos que serão verificados está a consulta com cidades que já instituíram o "passaporte da vacina", para saber se houve ou não resultado efetivo. 


“Não adianta implantar uma ação que seja simplesmente de marketing. Tem que ver a efetividade e se cumpriu o objetivo. Epidemiologicamente falando é evitar que as pessoas circulem sem tomar a vacina”, destacou.


Leia mais na Folha de Londrina

Continua depois da publicidade

Continue lendo