13/05/21
PUBLICIDADE
Onda de protestos

Onda de protestos: moradores do Jardim Califórnia denunciam PM ao Gaeco

Guilherme Marconi/Grupo Folha
Guilherme Marconi/Grupo Folha


Representantes do Movimento Nacional dos Direitos Humanos, do Movimento Negro, do Conselho Municipal de Transparência e parentes do jovem Cristiano Rodrigues de Jesus procuraram o Gaeco (Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado), órgão ligado ao Ministério Público, na tarde desta quarta-feira (14), para denunciar suposta força excessiva de policiais militares contra moradores do Jardim Califórnia (zona leste). A denúncia foi feita após uma onda de protestos desencadeada em razão da morte do rapaz de 20 anos no último domingo (11) e também por conta de uma abordagem policial feita no dia seguinte, que acabou com moradores feridos com disparos de bala de borracha.


A morte do jovem está sendo investigada pela Policia Civil, com inquérito conduzido na Unidade Policial de Homicídios. A Policia Militar alega que Cristiano estava armado e morreu após reagir a abordagem no domingo. Entretanto, os moradores do bairro têm organizado ao longo da semana protestos negando a versão policial e afirmam que o rapaz foi executado, sem chances de defesa. Cristiano de Jesus, que usava tornozeleira eletrônica, respondia em liberdade por participação em um assalto ocorrido em 2019.

Na segunda-feira, logo após o enterro de Cristiano de Jesus, a PM voltou ao bairro em abordagem filmada por alguns moradores e que circula nas redes sociais. Segundo moradores, houve bate-boca e duas pessoas foram presas. Segundo o coordenador estadual do Movimento Nacional dos Direitos Humanos, Carlos Henrique Santana, que estava no bairro, os PMs estavam sem máscara e abordaram adolescentes, exigiram que eles desbloqueassem os celulares e retirassem galhos da rua. Uma mãe e outro morador bateram boca com os policiais quando um deles reagiu com balas de borracha. "Houve uma morte neste bairro, depois uma incerta da PM e a população se inflou e ao invés deles bateram em retirada, foram para cima", relatou.

LEIA TAMBÉM:

'Se fosse envolvido com o tráfico, a população não faria isso', diz morador do Jardim Califórnia

CONTINUE LENDO NA FOLHA
Um dos atingidos com três balas de borracha foi Fernando Alfradique Scanferla, autônomo e que faz trabalhos sociais na comunidade
Guilherme Marconi - Grupo Folha
PUBLICIDADE
Continue lendo
Rio de Janeiro

Justiça manda arquivar investigação contra Felipe Neto por ter chamado Bolsonaro de genocida

13 MAI 2021 às 10h05
Intenções de voto

Lula lidera corrida eleitoral de 2022 e marca 55% contra 32% de Bolsonaro no 2º turno, diz Datafolha

13 MAI 2021 às 09h57
Próximas eleições

54% dizem que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum em 2022, aponta Datafolha

13 MAI 2021 às 09h47
Maus-tratos

Mulher é detida por derrubar e cair sobre filha de oito meses em Apucarana

13 MAI 2021 às 09h42
Sistema passageiro

Após 11,4 milímetros chuvosos, IDR espera estabilidade duradoura em Londrina

13 MAI 2021 às 09h10
Carro e caminhão

Homem e criança morrem em batida frontal na PR-092, em Andirá, nesta quarta

13 MAI 2021 às 08h45
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados