Pesquisar

Canais

Serviços

A 49 edição parece ter oficializado a guinada cultural que vinha se revelando nas duas últimas edições da feira - Divulgação/Agência UEL
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Guinada cultural

Orquestra Sinfônica da UEL toca hoje na ExpoLondrina

Nelson Sato - Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Um concerto com a execução de temas do compositor norte-americano George Gershwin (1898-1937) seria algo impensável, há poucos anos, na Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina. A 49 edição, no entanto, parece ter oficializado a guinada cultural que vinha se revelando nas duas últimas edições da feira.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

''Gershwin na Exposição'' é justamente o nome do concerto de gala que a Orquestra Sinfônica da UEL apresenta hoje, às 19h30, no Palco 2, com regência da maestrina cubana Elena Herrera e participação do solista Marco Antonio de Almeida. O programa traz a peça 'Rhapsody in Blue'' (1924) e uma suíte da ópera 'Porgy and Bess'' (1935).

Continua depois da publicidade


O repertório escolhido incursiona pelo jazz sinfônico, estilo híbrido que foi uma das invenções de Gershwin. ''Esse concerto foi um pedido do Alexandre (Lopes Kireeff, presidente da Sociedade Rural do Paraná). E o bacana é que Gershwin tem tudo a ver com a Exposição, já que ele tem um pé no popular e outro no erudito'', diz Almeida, que é pianista e diretor do Festival de Música de Londrina.


Íntimo do legado do compositor, o músico londrinense lhe dedicou algumas apresentações durante o período em que morou na Alemanha (ele é catedrático das Universidades de Halle e Hamburgo). Ao lado do regente americano George Bird, este bastante rodado em clubes de jazz, chegou a fazer uma turnê de 20 concertos nos quais executava composições do homenageado.


Gershwin reinou nos anos 20 do século passado. Com seu irmão Ira, produziu cerca de 500 canções, das quais pelo menos algumas dezenas continuarão sendo ouvidas nos próximos séculos. A lista inclui títulos como ''The Man I Love'', ''A Foggy Day'', ''Summertime'', ''Somebody Loves Me'', ''I'll Build a Stairway to Paradise'', ''Fascinating Rhythm'', ''Lady Be Good'', ''Sweet and Low Down'', ''That Certain Feeling'', ''Love Is Here To Stay'', ''It Ain't Necessarily So'' e ''Swanee''.

Continua depois da publicidade

Ele foi um dos grandes da Broadway. Inúmeros cantores e orquestras conheceram a glória com suas canções. Também conquistou salas de ópera e concertos, além de Hollywood. Suas músicas fazem parte de trilhas de mais de 50 filmes. Quando morreu tinha 39 anos incompletos. Morreu rico e famoso, fulminado por um tumor cerebral de cuja existência nem ele desconfiava.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade