Pesquisar

Canais

Serviços

Emerson Dias/N.Com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Já comprou presentes para o Natal?

Programa Economia Solidária lança produtos natalinos nesta quarta

Redação Bonde com N.Com
30 nov 2021 às 14:49
Continua depois da publicidade

Nesta quarta-feira (1º), a Prefeitura Municipal de Londrina, por meio da SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), em parceria com a Cáritas Arquidiocesana de Londrina, vai realizar o lançamento dos produtos natalinos edição 2021 do Programa de Economia Solidária. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A solenidade acontecerá às 10h, no Centro Público de Economia Solidária, que fica na Avenida Rio de Janeiro, 1.278, esquina com Avenida Juscelino Kubitschek. Devem participar do lançamento o prefeito Marcelo Belinati, a secretária de Assistência Social, Jacqueline Micali e a gerente da Cáritas, Deusa Favero.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O objetivo é divulgar para a população em geral os diversos artigos produzidos pelos empreendimentos integrantes do Economia Solidária. Para isso, estarão à venda guirlandas, toalhas de mesa, panos de pratos, produtos de decoração natalina, alimentos, bonecos e outros. 


Segundo a secretária municipal de Assistência Social, no momento, 51 empreendimentos fazem parte do programa, o que envolve cerca de 250 famílias nas mais variadas áreas, como artesanato, alimentação, costura criativa, prestação de serviços e beleza. 


“Os empreendimentos da Economia Solidária são formados e geridos por trabalhadores das áreas urbanas e rurais, com objetivo de gerar trabalho e renda, pautados em princípios de autogestão, cooperação e solidariedade. Por isso, as iniciativas têm a assessoria técnica, financeira, de gestão e de produção”, explicou Micali.

Continua depois da publicidade


Já a coordenadora do Projeto de Inclusão Produtiva, Soraya de Paula Garcia de Campos, lembrou que é importante dar destaque aos produtos natalinos, visto que eles ajudam a dar visibilidade para o projeto e a aumentar a renda para as famílias que fazem parte da Economia Solidária. 


“É um momento importante, onde queremos dar visibilidade e chamar os consumidores para conhecerem e adquirem os produtos dos empreendimentos”, afirmou Campos.


Sobre o programa – A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, dentro do Programa Municipal de Economia Solidária, desenvolve o Projeto de Educação Socioprofissional e Promoção da Inclusão Produtiva – Modalidade II: Fortalecimento de Iniciativas Coletivas de Geração de Trabalho e Renda. Ele é executado em parceria com a Cáritas Arquidiocesana de Londrina e tem como objetivo o enfrentamento à pobreza.


Para tanto, mensalmente são investidos R$ 50.084,00 no fortalecimento das iniciativas de geração de renda e promoção da integração com o mundo do trabalho. No momento, há dois pontos de venda de produtos que são: o Centro Público (Avenida Rio de Janeiro, 1.278) e a Casa de Economia Solidária – Café e Arte (Praça 7 de Setembro). Os dois espaços funcionam de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h.


Feiras – Para ajudar a divulgar ainda mais os produtos natalinos, nos dias 2 e 9 de dezembro, das 10h às 15h, haverá uma feira na Prefeitura de Londrina. Já nos dias 3, 4, 10, 11, 17, 18, 20, 21, 22 e 23, das 9h às 17h, a feira acontecerá no Calçadão de Londrina.


Para quem quiser conferir outras produções, é possível acessar a página de Facebook do Programa (Clique aqui). Ali, os interessados encontram produtos para fazer enxoval de bebês; conjuntos de fraldas em tecido; itens de costura criativa; bordados; brinquedos pedagógicos de feltro; lembrancinhas de aniversário; bonecas de fuxico; e chaveiros decorados, entre outros objetos.


Em Londrina, a Economia Solidária vem sendo estimulada desde 2003, quando foi realizada a 1ª Feisol (Feira de Economia Solidária e Geração de Renda). Esse evento foi promovido com ajuda das secretarias municipais de Assistência Social; Agricultura e Abastecimento; Políticas para as Mulheres; Idoso; e Cultura.


Também contou com o apoio do Provopar, Museu de Arte de Londrina, Sercomtel, Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina) e CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização). Em agosto de 2005, o Município implantou o Programa de Economia Solidária, que funciona até hoje, sob a coordenação da SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social).

Continue lendo