29/09/20
°/°
PUBLICIDADE
Agora vai!

Viaduto da Dez de Dezembro será inaugurado nesta sexta em Londrina

Será liberado, nesta sexta-feira (17), o viaduto da Avenida Dez de Dezembro, no cruzamento com a Avenida Leste Oeste. A estrutura com custo final aproximado de R$ 18,1 milhões entra em funcionamento com todas as alças de acesso, desafogando o tráfego na principal via de ligação entre as regiões sul e norte de Londrina.

Vivian Honorato/N.Com
Vivian Honorato/N.Com


O prefeito Marcelo Belinati avalia que os benefícios para a área acontecerão em vários aspectos – na fluidez do trânsito, na segurança de pedestres e veículos, na valorização comercial de toda região, no embelezamento do entorno, na facilitação de acesso a pontos tão importantes como a Rodoviária e o anel central da cidade.

LEIA MAIS: O que muda no trânsito com a inauguração do viaduto da Dez de Dezembro?

O viaduto vai reduzir o tempo de trajeto no cruzamento da Dez de Dezembro com a Leste Oeste, especialmente no horário de maior movimento, entre 17h30 e 18h30. Na nova pista, superior, permanece o motorista que for seguir pela via expressa, desafogando o fluxo de veículos na rotatória, que segue na pista antiga.

Dados do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) mostram que, somente no horário de pico, o trecho recebe 2.000 veículos por hora, em cada sentido da Dez de Dezembro. Pelas avenidas Leste Oeste e também pela Theodoro Victorelli, são outros 600 veículos por hora. Isso totaliza 5.200 veículos trafegando no cruzamento, no decorrer de 60 minutos.

LINHA DO TEMPO

A licitação para instalação de um viaduto na Avenida Dez de Dezembro, bem no cruzamento com a Leste Oeste, iniciou em 2017. O projeto selecionou a Via Expressa para receber a intervenção com o objetivo de ampliar ali as opções de transporte coletivo, já que a via funciona como um corredor rápido, interligando as regiões mais populosas da cidade, sul e norte.

Com um teto máximo de R$ 21.058.956,15, a licitação, em Concorrência Pública, teve seis concorrentes e foi vencida pela empresa maringaense Hejos. O valor definido à época foi de R$ 17.651.553,75, representando uma economia de mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos. O prazo estimado para conclusão foi de 15 meses, ou 450 dias corridos, contados a partir da entrega da ordem de serviço.

Marcelo Belinati autorizou o início da obra em agosto de 2018. Na ocasião, Marcelo frisou que o viaduto era importante para estruturar a cidade e o futuro de Londrina. As atividades iniciais envolveram topografia, concretagem do muro de arrimo, remanejamento de rede elétrica, galerias pluviais, construção das alças de acesso, fundação para a estrutura em concreto armado, e a transferência do monumento "O Passageiro”. Com o avançar dos trabalhos, o trânsito sofreu interdições parciais e, na sequência, totais, com desvios para vias próximas, de forma a viabilizar o andamento dos serviços.

Apesar do planejamento e fiscalização constante, condições adversas, como as chuvas, ampliaram o prazo previsto. O mau tempo impedia a realização de serviços importantes, como aterro, compactação e recape asfáltico, e foi preciso fazer adequações no projeto da obra. Além disso, a descoberta de pedras bola sob o solo, no final de 2018, impediu o avançar dos trabalhos de fundação, já que os equipamentos disponíveis não comportavam a condição. A situação foi superada com o uso de estacas-raiz, que contornaram as pedras bolas, mas ainda assim a conclusão da obra precisou ser adiada.

Em julho de 2019, mais uma fase teve início, com a execução das rampas onde ficam as cabeceiras do viaduto. Houve novas interdições do trânsito, mais precisamente na rotatória. Ao mesmo tempo, a construtora instalou galerias pluviais e fez pavimentação da pista. A estrutura do viaduto, em concreto armado, já era visível no final de 2019, com 55% da conclusão atingidos no mês de novembro.

No primeiro semestre de 2020, o viaduto já estava completamente instalado, tendo inclusive a liberação do trânsito em pequenos trechos e alças de acesso. Os principais serviços realizados, ao longo dos meses, incluíram pavimentação e capa asfáltica, sinalização viária, fresagem da pista e instalação de barreiras em concreto.

Entre os meses de junho e julho, os principais serviços executados foram a remoção de antigos postes, com colocação da capa asfáltica nos trechos faltantes. Seguirão em andamento, até agosto, a colocação das placas no gramado, a pintura do viaduto, e instalação de iluminação cênica. Essas lâmpadas LED, que serão cobertas por placas metalizadas, serão coloridas para divulgação de campanhas de conscientização e prevenção, como Outubro Rosa, Novembro Azul, Setembro Amarelo, entre outras.
N.Com
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Confira a lista
Saiba quem são os candidatos a prefeito e a vereador em Ibiporã
28 SET 2020 às 20h55
Eleições 2020
Veja a lista de candidatos a prefeito e a vereador em Cambé
28 SET 2020 às 18h57
Mal súbito da condutora
Passageira de veículo morre em acidente com caminhão na BR-369
28 SET 2020 às 18h12
Londrina
Menino escapa dos adultos, corre para a rua e é atropelado
28 SET 2020 às 17h58
Recorde
Número de candidatos em eleições municipais é o maior desde 2000
28 SET 2020 às 17h14
Para evitar lentidão
Veja como desviar de trechos em obras em Maringá e Paiçandu
28 SET 2020 às 16h09
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados