Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Inquisição moderna

Colégio proíbe livros de Harry Potter por serem do mal

Redação - Bonde
02 jul 2003 às 17:22
Continua depois da publicidade

O colégio Australiano Maranatha Christian College proibiu os alunos de lerem Harry Potter porque o livro promove a bruxaria.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A direção da escola justificou a proibição afirmando que ocultismo e feitiçaria são do mal para os cristãos. Como as crianças não conseguiriam discernir entre fantasia e realidade e por isso estariam tentando lançar feitiços, os educadores decidiram abolir o best-seller da biblioteca.

Continua depois da publicidade


Segundo o colégio, não houve uma campanha dos pais para a decisão. As crianças lerão Hamlet e Macbeth, livros nos quais "o mal é tratado como mal".

Grupos religiosos nunca gostaram muito de Harry Potter. No México, quando o primeiro livro foi lançado em 2001, pilhas de exemplares foram queimadas. Harry Potter já foi banido de sessenta escolas adventistas da Austrália.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade