Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Calendário

Entenda por que a Páscoa e a Semana Santa mudam de data a cada ano

Claudinei Queiroz - Folhapress
29 mar 2024 às 00:00
- Reprodução/Instagram
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Ao contrário do Natal, que é sempre em 25 de dezembro, Páscoa e Corpus Christi são festas móveis e mudam de data todo ano. Isso ocorre porque essas datas seguem a Páscoa judaica, que, por sua vez, segue o calendário lunissolar, baseado nos movimentos do Sol e da Lua, que possui meses e anos com duração variável.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Tratamento de diabetes 2

Ainda indisponível no Brasil, importar Mounjaro custa mais de R$ 5 mil por tudo

Imagem de destaque
Dez mais

Com Neymar, Forbes divulga lista dos atletas mais bem pagos do mundo

Imagem de destaque
Igreja Católica

Papa Francisco anuncia Jubileu 2025 e reforça pedidos de paz

Imagem de destaque
Tratamento de AVCs

Brasileiro lidera estudo de 1º dispositivo em miniatura que mapeia e desobstrui coágulos cerebrais

A Páscoa cristã, por exemplo, acontece aqui no Brasil no primeiro domingo depois da primeira lua cheia de outono (no hemisfério sul), que cai de 22 de março a 25 de abril.

Publicidade


Segundo o judaísmo, os hebreus celebram a festa da Páscoa durante uma semana inteira, entre os dias 14 e 21 do mês de nissan, o primeiro mês do calendário hebraico bíblico, que marca a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito, atravessando o Mar Vermelho rumo à Terra Prometida. E esse período se inicia com a primeira lua cheia da primavera no hemisfério Norte e do outono, no Sul. De acordo com o judaismo, Moisés liderou o povo hebreu justamente nesta primeira lua cheia, chamada de equinócio de primavera no hemisfério norte (outono no sul).


A relação com a Páscoa do catolicismo é que na Última Ceia, realizada na Quinta-Feira Santa, os apóstolos celebraram com Jesus a Páscoa judaica -chamada de Pessach ou Passover-, comemorando o êxodo do povo de Israel. Assim, a primeira Quinta-Feira Santa da história ocorreu numa noite de lua cheia.

Publicidade


Antigamente, a Páscoa era celebrada no mesmo dia da Páscoa judaica, na quinta-feira. No entanto, no ano de 325, o Concílio de Niceia determinou que a Páscoa cristã fosse celebrada no domingo posterior, ou seja, no dia da ressurreição de Jesus. Como a Última Ceia foi na quinta-feira, Cristo foi crucificado na sexta-feira e ressuscitou no domingo.


A Páscoa é antecedida pela Quaresma, um ritual que dura 40 dias e tem início na Quarta-feira de Cinzas, terminando no Domingo de Ramos -uma semana antes do feriado. Durante esse período, segundo a tradição religiosa, a purificação deve ser alcançada por meio de penitência, como o jejum, que promoveria a libertação dos pecados.

Publicidade


É a partir da data da Páscoa que se define também quando começa a folia -a terça-feira de Carnaval acontece exatamente 40 dias antes do Domingo de Ramos.


SEMANA SANTA E OS RITUAIS DA IGREJA CATÓLICA

Publicidade


Domingo de Ramos - Celebra a entrada de Jesus em Jerusalém para o festejo da Páscoa. Os ramos são levados à igreja para serem abençoados pelo padre. Seu ramo simboliza você, que é parte da videira, árvore que representa Jesus. Depois da cerimônia, os ramos são queimados para serem usados na Quarta-feira de Cinzas do próximo ano.


Quinta-Feira Santa - Neste dia acontece a cerimônia do lava-pés, lembrando a Última Ceia, quando Jesus lavou os pés dos apóstolos. Essa liturgia simboliza a humildade.

Publicidade


Sexta-Feira da Paixão - Único dia do ano em que não há missa, acontecendo apenas a Celebração da Palavra. É quando acontece a procissão que reproduz a via-sacra.


Sábado de Aleluia - Dia em que se acende o Círio Pascal, símbolo da luz de Cristo, que ilumina o mundo. Acontece também a Vigília Pascal.

Publicidade


Domingo de Páscoa - Dia final da Semana Santa, o domingo celebra a ressurreição de Cristo. Além da tradicional missa, costuma acontecer uma encenação da ressurreição.


MILAGRE DE BOLSENA


No século 13, na Itália, um sacerdote chamado Pedro de Praga vivia angustiado com dúvidas sobre a presença real de Cristo no pão consagrado. Por isso, segundo a fé católica, saiu em peregrinação ao túmulo dos apóstolos Pedro e Paulo em Roma.


Ao cruzar a cidade de Bolsena, foi tomado pela dúvida novamente enquanto celebrava a Santa Missa. Porém, no momento da consagração, um milagre teria sido enviado, de acordo com a Igreja Católica, como uma resposta às suas dúvidas.


A hóstia sagrada teria se transformado em carne viva, ainda segundo a fé católica, pingando sangue, manchando o pano branco onde elas são colocadas, o pano de limpar o cálice e a toalha do altar.


Esses objetos, a pedido do papa Urbano 4º, foram para Orviedo em procissão. Esta foi a primeira procissão do corporal Eucarístico. Em 11 de Agosto de 1264, o papa lançou de Orviedo a nova festa.


O SIMBOLISMO DO COELHO


Além de ser símbolo da fertilidade, o coelho tem a ver com o renascimento da vida. Na Europa, a Páscoa coincide com o início da primavera, quando toda a neve derrete e a vida ressurge, após o período de frio. Esse é o momento em que os coelhos, depois da hibernação de inverno, deixam suas tocas.


O SIGNIFICADO DO OVO


No início do cristianismo, presenteava-se com alimentos. O ovo passou a ter duplo significado: além de ser um presente era o símbolo de uma nova vida, lembrando o sepulcro de Jesus, que ressurgiu no dia de Páscoa. O chocolate foi introduzido na tradição na Inglaterra, quando a indústria do doce começou a se desenvolver. O costume chegou ao Brasil com os colonizadores portugueses.


COMO CALCULAR A DATA DA PÁSCOA?


Saber quando será a Páscoa é simples: divida o ano por 19. Ao resto da divisão, some 1. Com isso, você consegue o número que mostra a data da lua cheia pascal. Procure o número na tabela abaixo, válida de 1900 a 2199. A Páscoa cairá no domingo seguinte.


Exemplo: 2024 dividido por 19 dá 106 e resto 10 que, somando 1, obtém-se 11. O número 11 remete ao dia 25 de março, o que faz com que a Páscoa caia no dia 31 de março.


1 - 14 de abril
2 - 3 de abril
3 - 23 de março
4 - 11 de abril
5 - 31 de março
6 - 18 de abril
7 - 8 de abril
8 - 28 de março
9 - 16 de abril
10 - 5 de abril
11 - 25 de março
12 - 13 de abril
13 - 2 de abril
14 - 22 de março
15 - 10 de abril
16 - 30 de março
17 - 17 de abril
18 - 7 de abril
19 - 27 de março


Imagem
Bacalhau na Páscoa? Confira 15 receitas deliciosas
Bacalhau na Páscoa? Confira nove receitas deliciosas
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade