Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Afirma deputado

"Curitiba se transformou na capital da violência"

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

"Curitiba nunca viveu um período tão violento", disse o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa, deputado Mauro Moraes (PMDB). Segundo o parlamentar, as estatísticas pessimistas quando o tema é a violência na capital não surpreendem. "Infelizmente, sem uma ação eficaz por parte das autoridades, esse quadro já era previsto", lamentou.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Os números do Instituto Médico-Legal não deixam dúvidas de que Curitiba sofre uma epidemia de violência. Ocorreu um aumento de 30% da criminalidade praticada na capital nos últimos meses. As mortes por armas de fogo estão no topo da lista. Cerca de 336 pessoas morreram vitimas de balas, armas brancas e agressão. Apenas no mês de janeiro foram registradas 140 mortes por armas de fogo na Região Metropolitana. "A situação caótica não nos permite mais discutir se é preciso ou não investir mais em segurança. É evidente que tudo que se investiu até agora não é o suficiente. Algo está errado", disse Moraes.

Continua depois da publicidade


Segundo dados divulgados pela SESP, em 2008 houve um aumento de 9% no total de assassinatos praticados na capital. No restante do Paraná o salto foi de 7%. "Com esses números fica difícil convencer a população de que algo está sendo feito para reduzir a violência", comentou o deputado peemedebista.

O parlamentar vem insistindo na tese de que o combate à criminalidade não pode excluir investimentos generosos nas policias civil e militar. "Além do investimento em estrutura para as duas corporações, é preciso aumentar os dois efetivos e pagar salários justos. A partir daí é que podemos falar de um plano para combater a criminalidade no Paraná", defendeu (com assessoria de imprensa da Assembléia Legislativa).


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade