Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Seis prisões

Desarticula quadrilha que assaltava comerciantes

Agência Estadual de Notícias
31 mar 2010 às 17:07
Continua depois da publicidade

Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) desencadearam nestas terça-feira (30) e quarta-feira (31) uma operação para desarticular uma quadrilha que vinha realizando assaltos em estabelecimentos comerciais de Curitiba e a proprietários de veículos. Seis homens foram detidos e quatro armas de fogo, dois coletes à prova de balas e meio quilo de maconha foram apreendidos. Uma camionete S10, roubada em dezembro do ano passado, foi recuperada.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

De acordo com o delegado-chefe do Cope, Hamilton da Paz, a operação começou cumpriu mandados de busca e apreensão em Curitiba. "Os mandados abrangiam os bairros CIC, Sítio Cercado e Capão da Imbuia. Durante a ação da polícia, autuamos alguns homens que faziam parte da quadrilha em flagrante", disse.

Continua depois da publicidade


Durante a operação, seis homens do grupo foram presos e Noé Garcia Cobian, 45 anos, foi encaminhado para a Polícia Federal, por ter nacionalidade mexicana e estar com documentação irregular. A polícia apreendeu uma pistola belga calibre 9 mm, uma pistola calibre 380 mm e dois revólveres calibre 38. A camionete apreendida era utilizada para assaltos com placas falsas.


Flagrante


Vinicius Borges Martins, 18 anos, Adriano da Silva Cruz, 22, Darcy Algaci Damas da Silveira, 60, Eduardo de Souza Lima, 18, e João Airton Balista, 46, foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Balista vai responder também pela posse dos coletes. Com Marcos Domingos Korobinski, 40, foi encontrada a maconha, portanto ele responderá por tráfico de substância entorpecente.

Continua depois da publicidade

Apenas Korobinski tem antecedente criminal por tráfico e uso de drogas. Eles ficarão detidos no Centro de Triagem de Piraquara à disposição da Justiça. As investigações do Cope continuam para identificar outras pessoas envolvidas com o grupo e vítimas da quadrilha. Quem tiver alguma informação e quiser colaborar com as investigações do Cope deve entrar em contato pelo telefone 41 3284 6562.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade