Pesquisar

Canais

Serviços

Documentos e CPUs apreendidos na casa dos fraudadores serão periciados - PF/Foz do Iguaçu
Continua depois da publicidade
Operação Quati

PF de Foz do Iguaçu prende fraudadores do INSS

Redação - Folha News
26 abr 2005 às 10:11
Continua depois da publicidade

Policiais Federais de Foz do Iguaçu deram início na madrugada desta terça-feira (26) a Operação Quati. O objetivo da iniciativa é desbaratar quadrilha de falsários e estelionatários envolvidos em fraude contra Previdência Social.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo a assessoria da comunicação da PF, até agora foram presos um funcionário do INSS, um advogado e uma contadora, por força de mandado de prisão expedido pelo Juiz da 1ª Vara Federal Criminal.

Continua depois da publicidade


A operação recebeu este nome porque o quati é um animal típico da região, além de agir de maneira dissimulada e sorrateira para subtrair bens das pessoas que dele se aproximam.


A quadrilha fraudava a Previdência de várias formas. Uma das formas mais usadas, era a de recebimento indevido com registro "pós mortem" de beneficiários, ou seja, após morta a pessoa era registrada, para depois se aproveitar dos benefícios.


Outra forma era o aliciamento de pessoas com idade avançada e pouca instrução, retendo ainda seus documentos pessoais, documentos esses para fins de aposentadoria e benfícios.

Continua depois da publicidade


A operação contou com apoio de sete auditores do INSS, Procurador da República, além de 60 policiais federais, chegando a um total aproximado de 70 integrantes.


A ação de tal quadrilha já vinha sendo acompanhada desde início do ano passado, existindo mais de uma dezena de procedimentos investigatórios em andamento.


Vários documentos e CPUs de computadores foram aprendidos e passarão por análise da perícia para comprovar as acusações que pesam sobre os envolvidos.

Os três presos permanecerão na sede da PF, à disposição da Justiça Federal Criminal.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade