Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Em Curitiba

Três baloeiros são presos pela Polícia Florestal

Redação - Folha de Londrina
20 jul 2003 às 20:23
Continua depois da publicidade

Três baloeiros foram presos em flagrante neste domingo, em Curitiba, pela Polícia Florestal. Amauri Martins, de 53 anos; Luiz Heleno Stoco e Márcio Lopes, ambos de 22 anos, foram encaminhados para Delegacia de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, que forneceu os dados dos acusados.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A polícia chegou até eles depois que um policial à paisana se infiltrou no grupo de baloeiros. ''Estamos usando essa tática para coibir a ação desses grupos'', explicou o tenente Moisés Alves Nunes. Segundo ele, nesta época do ano aumenta a apreensão de balões. ''Os baloeiros agem todos os meses do ano, mas nas festas juninas e julinas, a prática é maior'', revela o tenente. Os baloeiros costumam se reunir entre às 4 e 7 horas da manhã em regiões desabitadas para soltar os balões.

Continua depois da publicidade

Soltar balões é crime ambiental e tem pena prevista de 1 a 3 anos de prisão, além de multa. O maior perigo dessa prática é o incêndio em áreas florestais. Quando os balões são soltos em áreas urbanas, residências também podem ser alvo dos balões em queda.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade