20/01/21
PUBLICIDADE
Será transferido de Rolândia

Jogador que matou ex-dirigente de clube alega risco de morte

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook


O juiz da Vara Criminal de Rolândia, Alberto José Ludovico, determinou na tarde desta sexta-feira (18) a transferência do jogador de futebol Vinícius Corsini da Silva, 20 anos, assassino confesso do presidente de honra do Nacional Atlético Clube (NAC), José Danílson Alves de Oliveira, que tinha 58 anos. Ele foi golpeado a facadas em uma rua da área central, acabou sendo encaminhado ao Hospital São Rafael e depois para o Hospital do Coração, em Londrina, onde morreu perto das 21h30 da última quarta (16).


O magistrado aceitou um pedido da advogada Viviane Pereira da Silva de Abreu, que defende Corsini. Na decisão do processo que tramita publicamente, Ludovico solicitou ao Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) a remoção da cadeia pública de Rolândia "com urgência a transferência porque o investigado corre risco de morte".

No mesmo despacho, foi negada a decretação de sigilo para o caso, contrariando um desejo da defesa. Questionada sobre a posição do juiz, a defensora informou que, pelo menos por enquanto, só vai se manifestar pela seguinte nota: "O inquérito policial está em fase inicial, o que impede a defesa técnica de trazer detalhes dos fatos. A motivação do delito não está ligada a contrato, demissão, convocação ou outro motivo relacionado à profissão que o jovem exercia, conforme será demonstrado oportunamente."

Ainda nesta sexta, durante audiência de custóda, a Justiça manteve a prisão preventiva do jovem. Em interrogatório, ele admitiu o assassinato, mas disse que "não se recorda dos detalhes".

José Danílson de Oliveira era aposentado da PM e foi sepultado com honrarias militares. O velório aconteceu na Igreja Evangélica Assembleia de Deus, localizada na avenida das Palmeiras, em Rolândia. Além de gerenciar o NAC, ele foi vereador no município de 2001 a 2012, sendo presidente da Câmara Municipal quatro vezes. Também assumiu a vice-prefeitura em 2012 na gestão de Johhny Lehmann, já falecido.
Rafael Machado - Grupo Folha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Invasão de privacidade

Vazamento pode ter exposto na internet 220 milhões de dados pessoais de brasileiros

20 JAN 2021 às 17h54
Posse nos Estados Unidos

Mourão diz que EUA são 'farol' ao comentar posse de Biden, e Maia pede união contra radicalismo

20 JAN 2021 às 17h37
Infraestrutura

BRDE libera R$ 125 milhões para municípios paranaenses

20 JAN 2021 às 16h31
Ampliação de negócio

Ambev anuncia R$ 385 milhões para ampliar produção de cervejas puro malte no Paraná

20 JAN 2021 às 16h17
Seria um desastre

Avião que transportou vacinas a Londrina quase colide com Boeing da Gol

20 JAN 2021 às 15h57
Onze filhotes salvos

PRF ajuda família de irerês a atravessar rodovia em Nova Esperança

20 JAN 2021 às 15h39
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados