12/12/19
º/º
PUBLICIDADE
"Manifestação violenta"

Beto Richa diz que protesto na Assembleia é atentado à democracia

O governador Beto Richa (PSDB) condenou nesta quinta-feira (12) a invasão da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) por parte de servidores durante a sessão legislativa que apreciaria projetos de ajustes fiscais e previdenciários e contenção de gastos enviados pelo Poder Executivo. Após a pressão, a sessão foi suspensa e o chamado "pacotaço" retirado de pauta pelo governo. "O que aconteceu foi uma manifestação absurda e violenta, que atenta contra a democracia, a liberdade de expressão e o estado de direito. Um grupo de baderneiros, infiltrado no movimento dos professores, impôs uma mordaça ao Poder Legislativo, impedindo temporariamente o seu funcionamento. É lamentável que a democracia, pela qual tanto lutamos, seja ameaçada por atos violentos como os que assistimos no dia de hoje", afirmou Richa.

Divulgação/AEN
Divulgação/AEN


Segundo o governador, os projetos de lei foram retirados de pauta para reexame e "para preservar a segurança e a integridade física de deputados e servidores públicos". "Mas não podemos aceitar a intimidação, o constrangimento e as ameaças que foram dirigidas a servidores públicos e deputados estaduais", completou.

Richa diz ainda que quem perde é o cidadão paranaense, que espera que o governo possa garantir serviços de melhor qualidade e obras de infraestrutura que ajudem o desenvolvimento econômico do Estado.
Redação Bonde com AEN
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja as rotas alternativas

Obras interditam a PR-445 em Londrina no quilômetro 54 nesta quinta-feira

Veja mais e a capa do canal
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE