Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Vai passar por audiência pública

Lei de Preservação do Patrimônio Cultural avança na Câmara de Londrina

Douglas Kuspiosz - Especial para a Folha
15 mar 2024 às 08:15
- Fernando Cremonez/Ascom/CML
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os vereadores aprovaram, na sessão desta quinta-feira (14), o parecer prévio da Comissão de Justiça, Legislação e Redação que solicita audiência pública para discutir o PL (Projeto de Lei) n° 230/2023, que revisa a Lei de Preservação do Patrimônio Cultural. 


Esse é um passo importante na tramitação da proposta, que é complementar à Lei Geral do Plano Diretor, na CML (Câmara Municipal de Londrina).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O texto aponta que a legislação em vigor tem servido para a ação de preservação cultural e que o PL, que tramita na forma do Substitutivo n° 1, busca fazer pequenos ajustes. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Acordo com MPPR

Ex-prefeito de Ivaiporã Pedro Papin vai devolver mais de R$ 1,3 milhão à Prefeitura

Imagem de destaque
Coronel do Exército

Alexandre de Moraes solta ex-assessor de Bolsonaro investigado por trama golpista

Imagem de destaque
Entenda!

Estudo avalia reduzir número de cidades da Região Metropolitana de Londrina

Imagem de destaque
Sai Alexandre de Moraes

André Mendonça, ministro do STF, é eleito para o TSE


Por “patrimônio cultural”, o projeto cita os “bens materiais e imateriais, tomados individualmente ou em conjunto, que constituem a identidade e a memória dos diferentes grupos formadores da sociedade londrinense”.

Publicidade


O líder do prefeito Marcelo Belinati (PP) na Câmara, Eduardo Tominaga (PSD), explica que o Legislativo terá cerca de 30 dias para organizar a audiência pública, momento em que a população pode fazer sugestões à proposta do Executivo.


“Temos na sequência essa discussão para, depois, a própria Comissão de Justiça fazer o parecer baseado no relatório que é emitido pela nossa assessoria jurídica”, lembrando que, recentemente, a preservação de uma chaminé na região central de Londrina levantou a discussão sobre o cuidado com construções históricas. 

Publicidade


“Inclusive, tem gente que realmente foi contra [a demolição], que tem seus motivos, porque aquilo ali é uma obra antiga da cidade e, querendo ou não, é bem representativa para quem passa por ali e está no entorno.”


O parlamentar afirma que “as cidades de primeiro mundo preservam sua história e sua cultura”, mas ressalta que o Brasil ainda está engatinhando nessa questão.


“É super importante a gente pautar a questão cultural, esse resgate, e o tombamento, porque o projeto também trata dos patrimônios já tombados, que podem ser tombados ou que vão ser indicados por um conselho”, citando ainda um fundo municipal voltado à preservação.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Lei do Patrimônio Cultural avança na Câmara de Londrina
Saiba mais sobre a tramitação do projeto de lei que busca revisar a Lei de Preservação do Patrimônio Cultural de Londrina e entenda a importância da audiência pública.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade