Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Lei seca

Limite com Cambé será patrulhado durante as eleições

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A polícia deve fiscalizar com rigidez o consumo público, a venda e a entrada de bebidas alcoólicas em Londrina neste domingo (29), em razão do 'terceiro turno' das eleições municipais. O juiz coordenador das eleições, Délcio da Rocha Miranda, disse que baixará portaria regulamentando a lei seca na cidade.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A proibição é idêntica às outras eleições: as bebidas alcoólicas são proibidas entre a zero hora de domingo e a zero hora da segunda-feira. O agravante, porém, é que só há votação em Londrina: em cidades vizinhas poderão as pessoas poderão beber e vender. Por isso, a intenção do juiz é determinar uma fiscalização mais rigorosa especialmente no limite entre Cambé e Londrina, municípios divididos por ruas e avenidas.

Continua depois da publicidade


"Como não temos competência para agir em Cambé, queremos um patrulhamento mais ostensivo naquela região para evitar situações de desordem", afirmou o juiz à Rádio Paiquerê. Para o juiz, bebida alcoólica é pólvora para 'incendiar' discussões políticas. "A bebida leva à perda dos freios inibitórios e na questão política é pólvora. Isso gera discussões e até violência".

Quem for pego vendendo bebidas e embriagado ou bebendo em locais públicos será detido e encaminhado ao Ginásio de Esportes Moringão, onde ficam as pessoas que cometem crimes eleitorais. Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública, cerca de 400 policiais devem trabalhar nas eleições em Londrina.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade