Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Agora é oficial

Londrinenses voltam às urnas em março

Loriane Comeli - Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiram que o novo segundo turno em Londrina será em 29 de março, o último domingo do mês, conforme solicitou o juiz da 41ª Zona Eleitoral, Aberlar Baptista Pereira Júnior.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Disputam este 'terceiro turno' Luiz Carlos Hauly (PSDB) e Barbosa Neto (PDT), já que Antonio Belinati (PP) teve a candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dois dias depois de realizado o segundo turno, com vitória de Belinati.

Continua depois da publicidade


Segundo o assessor de imprensa do TRE, Marden Machado, ficou definido que a propaganda eleitoral de rádio e televisão será entre 14 e 26 de março. A propaganda de rua poderá ser feita a partir da publicação da decisão da Corte, o que deve ocorrer em uma semana.


Só poderão votar nestas eleições as pessoas que já estavam habilitadas para votar no segundo turno, no ano passado. E o voto é obrigatório: quem deixar de comparecer estará sujeito às mesmas punições de uma 'eleição normal'.


A Justiça ainda deve analisar recursos de Belinati, que pretende suspender este 'terceiro turno' até que seja julgado seu recurso extraordinário no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Continua depois da publicidade


Deixe sua opinião sobre o 3º turno em Londrina


Brigas


Hauly e Barbosa protagonizaram grandes discussões no primeiro turno das eleições de Londrina. O tucano falava sobre o vertiginoso aumento financeiro do adversário. A fala foi corroborada com a denúncia de partilha de salário de um ex-assessor do pedetista. Barbosa acusou Hauly de estar por trás da acusação e de ser um adversário "baixo".


Aliados de Hauly confeccionaram jornais sobre as denúncias que circulavam em Brasília. Materiais supostamente apócrifos chegaram a ser apreendidos em estabelecimentos comerciais.


A richa surgiu efeito. Dias antes do primeiro turno, Hauly estava em terceiro lugar nas pesquisas publicadas na cidade, quatro pontos percentuais atrás de Barbosa Neto. O tucano conseguiu reverter a decisão do eleitorado. Venceu a disputa pelo segundo lugar por apenas 1.871 votos (Hauly conseguiu 63.891, já Barbosa Neto obteve 62.020).

No segundo turno, Barbosa Neto anunciou apoio a Antonio Belinati (PP) e Hauly mostrou em seu programa de rádio e televisão imagens do então apresentador Barbosa Neto criticando a corrupção no governo de Belinati, ainda na década de 90. Se os concorrentes continuarem assim, o 'terceiro turno' promete nos bastidores.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade