Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Nem metade está pronta

MP vai apurar repetidos atrasos nas obras da trincheira da Leste Oeste

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
14 mar 2023 às 13:19
- Pedro Marconi/Grupo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O MP-PR (Ministério Público do Paraná) abriu um inquérito civil para apurar os motivos de descumprimento do cronograma da construção da trincheira no cruzamento da avenida Leste-Oeste com a Rio Branco, na área central de Londrina. A entidade também quer avaliar os aditivos contratuais de prazo e valores que foram concedidos e como a prefeitura tem fiscalizado a obra, que mais de dois anos desde o início dos trabalhos está com apenas 49% de execução.


O Ministério Público – por meio da promotora Sandra Koch, da 4ª Promotoria de Justiça - deu prazo de 15 dias para o município enviar cópias das notificações encaminhadas à TCE Engenharia, além das atas de reuniões realizadas com a empresa; as justificativas apresentadas para a demora; os relatórios de medição; a íntegra da licitação e dos aditivos; e quais providências foram adotadas em relação aos atrasos e greves dos trabalhadores.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti afirmou que o poder público municipal recebeu a decisão com “tranquilidade”. “Todas essas informações já estão disponíveis, porque o município tem no portal de transparência o processo na íntegra, mas entendo que a promotora quer receber oficialmente. Vamos compilar os dados e passar para a promotora. A dúvida que ela tiver vamos ter o maior empenho para esclarecer”, garantiu.

Leia mais:

Imagem de destaque
Repercussão negativa

Entidades de classe de Londrina reprovam aumento de salários de vereadores

Imagem de destaque
Transparência

Após pedido do OGPL, Codel vai tornar públicas empresas beneficiadas por doações de terrenos em Londrina

Imagem de destaque
Seis intervenções desde a facada

Bolsonaro passa por exames e avalia nova cirurgia abdominal

Imagem de destaque
DECISÃO DOS VEREADORES

Comissão Processante contra Mara Boca Aberta será votada nesta quinta em Londrina


‘Limite ultrapassado’


Na semana passada, a pasta abriu um processo de penalidade para verificar se os atrasos têm acontecido também por falta de empenho da construtora. “Entendemos que o limite da razoabilidade foi ultrapassado. Vamos apurar paralelamente os argumentos que a empresa vem trazendo, se tem número adequado de funcionários, se eles têm qualificação para esse tipo de serviço e se os equipamentos estão adequados”, afirmou.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
MP abre inquérito para apurar atraso na obra da trincheira
Prefeitura tem 15 dias para enviar documentos e explicar como vem fiscalizando a construção; município abriu processo de penalidade
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade