Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
No Paraná

Osmar Dias pode perder apoio do MDB em disputa ao governo

Agência Estado
02 jul 2018 às 07:04
- José Cruz/ Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A articulação para formar uma chapa de oposição encabeçada pelo pré-candidato ao governo do Paraná Osmar Dias (PDT) e pelo senador e postulante à reeleição Roberto Requião (MDB) dá sinais de ruptura. Em nota encaminhada aos filiados do MDB do Paraná na quinta-feira passada, 28, o deputado estadual Requião Filho afirma que o partido avalia a possibilidade de tomar outros rumos, apesar de ponderar que "a aliança com o PDT não está descartada." O MDB sempre se posicionou de forma contrária ao governo tucano no Estado.

O deputado pede que, por sugestão do seu pai, se crie uma comissão de deputados e membros da Executiva da legenda "para dialogar com partidos e pré-candidatos ao governo do Estado."

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Entre os outros principais pré-candidatos do Estado estão a governadora Cida Boghetti (PP), que era vice e assumiu o governo quando o titular Beto Richa (PSDB) renunciou em maio para disputar uma vaga no Senado, e o deputado estadual Ratinho Junior (PSD), que foi secretário do governo do tucano. Há ainda a pré-candidatura de Dr. Rosinha (PT).

Leia mais:

Imagem de destaque
Insanidade

Críticas à omissão do governo em PL Antiaborto por Estupro fazem Lula mudar de discurso

Imagem de destaque
Entenda

Empreiteiras recusam proposta sobre multas da Lava Jato, e governo Lula tenta novo acordo

Imagem de destaque
Comunicações

Ministro de Lula pede ao STF trancamento de inquérito após ser indiciado pela PF

Imagem de destaque
Câmara

Bancada evangélica quer definição de relator do PL antiaborto, e esquerda, adiar discussão


Ainda conforme o documento dirigido aos filiados, Requião Filho afirma que prefeitos e partidários têm "cobrado uma posição mais firme e um compromisso mais claro" da legenda. "Vamos reunir a Executiva e pensar na possibilidade de alianças ou mesmo de uma candidatura própria ao Governo do Paraná", completa o deputado.

Publicidade


Em evento de campanha na manhã deste sábado, 30, Osmar Dias reagiu à ofensiva do MDB. "Vi o MDB criticando tudo que o governo fez durante sete anos. Se está dialogando e mudou de ideia, concorda com tudo o que está acontecendo? Porque os outros candidatos representam a continuidade e a minha candidatura representa um rompimento com isso", disse.


Dias afirmou que soube da nota emedebista pela imprensa. "Não recebi nenhum telefonema, ninguém falou comigo, continuo aberto a conversar, mas ninguém é proibido a conversar com ninguém", afirmou. Ele relembrou ainda que, quando dialogou com membros do atual governo, como Ratinho Junior, em busca de alianças, foi criticado pelo MDB. "Era um pecado o que eu estava cometendo, então o que vale para mim parece que não vale para eles."


Procurados, o senador Requião e seu filho Requião Filho não atenderam às ligações da reportagem.

Mulheres
O evento de pré-campanha de Osmar Dias na manhã deste sábado, em um hotel em Curitiba, foi dirigido às mulheres. A elas, o político se comprometeu a criar a Secretaria Estadual da Mulher. "A ideia é fazer um enxugamento do Estado e suprir a necessidade de cumprir políticas definidas para as mulheres, com a criação da Secretaria", afirmou o pré-candidato, negando que a criação da pasta vá aumentar as despesas do Estado.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade