Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Assembleia Legislativa

Projeto de lei: Influenciadores digitais podem receber recursos públicos no Paraná

José Marcos Lopes - Especial para a Folha de Londrina
16 abr 2024 às 19:15
- Valdir Amaral/Alep
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) analisará nos próximos dias, em segunda votação, um projeto de lei que possibilita ao poder público firmar parcerias com influenciadores digitais e poderá resultar no repasse de recursos para pessoas que divulgam conteúdos na internet. O projeto de autoria do deputado Ney Leprevost (União Brasil) cria a Semana do Influenciador Digital no Estado e já foi aprovado em primeira discussão, mas voltou à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alep para análise de uma emenda, aprovada nesta terça (16).


O texto não deixa clara como será feita a seleção dos influenciadores, nem a fonte dos recursos ou os órgãos que estariam a autorizados a firmar as parcerias. O texto define apenas que a Semana do Estadual do Influenciador Digital será comemorada na última semana de novembro e que “o Poder Público poderá firmar parceria com influenciadores digitais com a finalidade de ampliar o alcance da difusão de informações relevantes sobre saúde, educação, segurança e demais temas de utilidade pública”.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A proposta gerou uma reação da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo no Paraná (Abrajet-PR), que enviou um ofício ao deputado. A entidade destacou que, ao ganharem dinheiro ou terem algum benefício para divulgar conteúdos na internet, os influenciadores têm sua imparcialidade comprometida. O ofício diz ainda que a entidade viu com surpresa a apresentação do projeto no momento em que o país discute a proliferação de notícias falsas nas redes sociais.

Leia mais:

Imagem de destaque
Quarta-feira

Julgamento em Londrina que pode cassar Mara Boca Aberta será dia 29

Imagem de destaque
R$ 30 mil

TSE multa Flávio, Zambelli e outros bolsonaristas por associar Lula a satanismo

Imagem de destaque
Segurança pública

Câmara aprova PL que reajusta salários e prevê alta de 27% a delegados da PF

Imagem de destaque
Em Cambé

‘Não é nenhuma novidade’, comenta Ratinho Jr. sobre terceirização em escolas


“Surgiram muitos influencers, que a gente não sabe o que são direito, principalmente na área de turismo. Tem muito médico, advogado ou chef de cozinha que viaja e faz vídeo. Nada contra, mas percebemos que muitas pessoas só vão a eventos quando são pagas, e não informam que foram pagas”, diz o presidente da Abrajet-PR, Jean Féder. “Se a pessoa foi convidada e foi paga, ela está lá para falar bem.”


LEIA A REPORTAGEM COMPLETA NA FOLHA DE LONDRINA:

Imagem
Influenciadores digitais podem receber recursos públicos
Projeto de lei que possibilita parcerias entre poder público e influenciadores digitais é debatido na Alep. Entenda as possíveis consequências dessa proposta.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade