20/10/20
PUBLICIDADE
Discurso de posse

'Quero ouvir o elogio de Deus', diz Marcelo Belinati ao assumir a Prefeitura de Londrina

O prefeito Marcelo Belinati (PP) assumiu, na noite deste domingo (1º), em sessão solene na Câmara Municipal de Londrina (CML), a prefeitura da cidade. Durante seu discurso de posse, o pepista reafirmou que ser líder do executivo municipal era um sonho antigo e que seu objetivo é trabalhar para obter, daqui a quatro anos, a "aprovação de Deus".

"Eu, minha equipe e todos os servidores municipais temos uma grande missão: servir a nossa população com excelência e alegria. O veredito que quero ouvir, daqui a quatro anos, será o de Deus. Quero ouvir o elogio de Deus, quero ouvir 'servo bom e fiel'", afirmou.


Fábio Alcover/Grupo Folha
Fábio Alcover/Grupo Folha




Entre as principais metas listadas por Belinati em seu discurso de posse está "destravar" a cidade para fazê-la crescer. O pepista também prometeu pautar todos os atos de seu governo pela transparência. "Londrina precisa voltar a crescer e se desenvolver, voltar a ser grande, esse talvez seja o maior dos nossos desafios, ao lado da saúde pública e da educação. Vamos ter transparência total de todos os atos do governo com todos os recursos tecnológicos disponíveis para que os atos sejam de inteiro conhecimento da população", prometeu.

Como maiores dificuldades para o início de seu mandato, Belinati destacou a crise econômica que o País atravessa e também o cálculo de sua equipe de transição, que apontou um déficit de aproximadamente R$ 141 milhões nos cofres municipais. "Sei o tamanho da minha responsabilidade e, mesmo com tamanhas dificuldades, estou muito otimista. Problemas foram feitos para a gente buscar soluções. Peço a Londrina, neste momento, que o Marcelo não seja mais apenas o prefeito de quem votou, mas de toda a cidade de Londrina, seja de quem votou como de quem não votou. Independente de qualquer coisa, se a cidade for bem, é bom para todo mundo. Peço um voto de confiança a todos."

Em entrevista coletiva concedida após o término da sessão solene, Belinati disse que o município conta com muitas secretarias e órgãos, confirmando de que reduzirá o número de pastas fundindo algumas delas. "São 29 órgãos e secretarias, queremos reduzir até quase a metade disso. É praticamente um ministério da Dilma. Vamos [diminuir] para reduzir custos, ter eficiência da máquina pública e conseguir recursos para atuar no que é essencial. Não vamos cortar nenhum dos programas e projetos já existentes", indicou.

Questionado sobre seu secretariado, o novo prefeito afirmou que buscará "as melhores pessoas" para cada função. "Quero eficiência", resumiu. Os nomes dos secretários serão anunciados oficialmente ainda durante a noite deste domingo, durante a cerimônia de transmissão do cargo, desta vez no prédio da prefeitura.

O pepista também garantiu que irá anunciar, na manhã desta segunda-feira (2), diversos atos administrativos com o objetivo de contingenciar despesas, reduzir secretarias e promover cortes de gastos públicos.

(matéria atualizada às 21h15)
Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Cuidado na internet!

Nucria alerta para aliciadores de menores em jogo de celular

20 OUT 2020 às 19h01
Governador de SP

João Doria tem bens bloqueados pela Justiça em processo por improbidade

20 OUT 2020 às 17h21
Geração de renda

Empresa de colágeno e gelatina promete criar 350 empregos em Ibiporã

20 OUT 2020 às 15h14
Campanha

Sema promove ação para coleta de pneus usados; saiba como se desfazer gratuitamente

20 OUT 2020 às 15h13
Pesca proibida

Defeso da piracema começa em 1º de novembro no Paraná

20 OUT 2020 às 14h46
Plenário do STF

Eleitor não será obrigado a portar o título para votação

20 OUT 2020 às 14h22
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados