Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Polêmica

Roque Neto volta à Câmara sob críticas de vereadores

Fábio Cavazotti - Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O retorno do vereador José Roque Neto (PTB) à Câmara Municipal deverá render, pelo menos de início, críticas e embates com vereadores da base de apoio ao prefeito Barbosa Neto (PDT). Isso porque, ainda não foi totalmente assimilada a postura do petebista durante a escolha para a Presidência da Casa em 1º de janeiro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Na oportunidade, Roque Neto assinou compromisso para apoiar a chapa liderada por Sandra Graça (PP), mas acabou mudando de lado quando seu nome foi colocado como candidato a presidente do grupo adversário. A chapa liderada por Sandra era formada, majoritariamente, por vereadores que hoje apoiam a gestão de Barbosa Neto.

Continua depois da publicidade


''O descontentamento com ele é grande. Não houve diálogo com os vereadores enquanto esteve na prefeitura; ele falou apenas com o deputado (Alex Canziani), que é o patrão dele'', afirmou Rodrigo Gouvea (PRP). O parlamentar foi autor de pedido de informação sobre gastos de publicidade na Sercomtel durante a gestão de Roque Neto e promete requerer informações sobre os contratos de capina e recolhimento de lixo, entre a CMTU e a empresa Seleta Ambiental. ''Amanhã mesmo vamos ter a discussão dos banheiros químicos. Ele vetou nosso projeto para instalação nas feiras livres e vamos cair de pau nele, não tenha dúvida.''


O vereador Joel Garcia (PDT) afirmou que, se a eleição para presidência da Câmara fosse realizada hoje, Roque Neto seria derrotado. ''Ele não teria mais aquela maioria'', opinou. De acordo com Garcia, Roque Neto abusou do marketing na prefeitura. ''Ele falou que deixou R$ 25 milhões para o Barbosa. Ué, arrecadou R$ 42 milhões de IPTU e deixou só R$ 25 milhões?'', questionou. ''Isso é balela; na verdade esses recursos representam apenas fluxo de caixa. A administração está bastante comprometida até o final do ano.'' Apesar das críticas, o vereador afirmou que vai apoiar a gestão de Roque Neto se o presidente for ''comedido.''


O vereador Marcelo Belinati (PP) também fez críticas à passagem de Roque Neto pela prefeitura, mas disse que não fará oposição a ele na Câmara. ''Analisando friamente, ele deixou a desejar ao nomear um número excessivo de comissionados e usar os cargos para aliados ficarem mamando nas tetas do governo'', avaliou. ''Mas, política se faz no campo administrativo e se ele for bem por aqui, nós estaremos com ele.''

Continua depois da publicidade

Já Paulo Arildo (PSDB), que faz parte do grupo que levou Roque Neto à presidência, afirmou que as críticas dos colegas devem amolecer em breve. ''Acredito que o mal estar vai passar logo. O padre é uma pessoa que soube aproveitar a oportunidade, fez seu nome na prefeitura, e acredito que todo mundo aqui vai acabar se entendendo.'' O vereador Rony dos Santos Alves (PTB), que ocupou a liderança do Executivo na gestão interina, também defendeu Roque Neto e afirmou que ele é o legítimo presidente da Câmara.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade