Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Para deputado e vereador

Senado adia análise de PEC que acaba com coligações

Agência Brasil
06 jun 2012 às 14:13
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado adiou para a próxima semana a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acaba com a possibilidade de coligações partidárias nas eleições proporcionais – deputado federal, estadual e vereador.

De acordo com a PEC, as coligações seriam mantidas somente nas disputas por cargos majoritários, ou seja, senador, prefeito, governador e presidente da República.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


O senador José Sarney (PMDB-AP), autor da PEC, argumenta que "a experiência brasileira demonstra que as coligações nas eleições proporcionais, de forma geral, constituem uniões passageiras, efêmeras, estabelecidas durante o período eleitoral por mera conveniência".

Leia mais:

Imagem de destaque
Tentativa de homicídio

Lula diz que violência é abominável, mas Trump vai tentar tirar proveito de atentado

Imagem de destaque
Transparência

Tribunal de Justiça rejeita pedido para omitir gratificações pagas a juízes do Paraná

Imagem de destaque
Redes sociais

Lula diz que big techs lucram com disseminação do ódio e que vai retomar debate sobre regulação

Imagem de destaque
Entenda

Alta de tributo para compensar desoneração continua na mesa, diz Padilha após resistência do Senado

Ele frisou, ainda, que as candidaturas proporcionarão são feitas por partidos diversos que se unem sem qualquer compromisso com programas de governo ou afinidade ideológica. No entendimento de Sarney, elas têm o objetivo central de aumentar o tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão dos maiores partidos.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade