Pesquisar

Canais

Serviços

Divulgação/CML/Imprensa/Devanir Parra
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Corrida eleitoral

Só 7 dos 19 vereadores de Londrina devem ficar de fora da disputa para deputado

Guilherme Marconi - Grupo Folha
14 jan 2022 às 07:29
Continua depois da publicidade

Dos 19 vereadores eleitos em 2020, apenas sete não devem colocar o nome na disputa a uma cadeira na Assembleia Legislativa ou na Câmara dos Deputados nas eleições gerais de outubro. Sete confirmaram à FOLHA que são pré-candidatos e outros cinco disseram que estão à disposição do partido para as eleições, mas mesmo cotados preferiram não cravar que irão entrar na campanha. Isto é, se todos os cogitados se confirmarem, 63% dos vereadores devem se dedicar à campanha para deputado no segundo semestre deste ano. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Ainda há tempo para a definição, mas os partidos políticos já iniciaram a sondagem de vereadores com potencial para concorrer e ajudar as legendas a aumentarem suas bancadas no Estado e no Congresso. Até o dia 15 de agosto os registros de candidatura devem ser homologados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

 

Contando os prováveis postulantes e os que se autodeclararam pré-candidatos, cinco são vereadores em primeiro mandato e passaram por um único teste nas urnas. São eles: Deivid Wisley (Pros), Jessicão (PP), Matheus Thum (PP), Mara Boca Aberta (Pros) e Giovani Mattos (PSC).


Eduardo Tominaga (DEM) disse que definirá se sairá candidato a deputado estadual após a formalização da sigla União pelo Brasil, fusão do DEM com o PSL.

Continua depois da publicidade


Siga lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo