Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Reclamações

Queixas contra Sercomtel à Anatel crescem 34% no 1º semestre de 2021

Simoni Saris/Grupo FOLHA
05 out 2021 às 09:01
- Gustavo Carneiro/Grupo FOLHA
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

No primeiro semestre de 2021, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) recebeu 15,2% a menos de reclamações referentes a serviços de telefonia e internet banda larga. Foram 219,5 mil queixas a menos no período, quando comparado com o segundo semestre de 2020. 


O número de registros caiu de 1,44 milhão para 1,23 milhão. O ponto destoante nos dados apresentados no mais recente Relatório Semestral de Reclamações divulgado pela agência reguladora é a Sercomtel. Contra a telefônica que pertencia ao município de Londrina e foi vendida em agosto de 2020 ao Grupo Bordeaux, as reclamações cresceram. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O serviço de banda larga fixa é um exemplo. Enquanto as principais operadoras no país tiveram queda gradual no número de reclamações relacionadas a esse tipo de serviço desde o primeiro semestre de 2020, a Sercomtel registra aumento período a período. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Epidemia grave

Casos de dengue em gestantes aumentam 345% no ano de 2024

Imagem de destaque
Legalização

Saiba como tirar visto de estudante e de residência na Argentina

Imagem de destaque
Faça sua inscrição gratuita!

Clube das Mães Unidas divulga a programação de cursos do mês de março

Imagem de destaque
Sorteio às 20h

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 185 milhões neste sábado


No primeiro semestre de 2020, antes da venda da companhia, foram 339 queixas. No segundo semestre de 2020, teve um leve aumento, para 342, e no primeiro semestre de 2021, após a privatização, as queixas subiram para 431. 


Entre o primeiro semestre de 2020 e o primeiro semestre de 2021, houve alta de 27,14% no número de reclamações e, entre o segundo semestre de 2020 e primeiro semestre de 2021, a elevação foi de 26,02%. 


Continue lendo na Folha de Londrina.  


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade