Pesquisar

Canais

Serviços

Marcos Corrêa/PR
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Eleições

Quero ver Moro discursando num carro de som, diz Bolsonaro sobre seu ex-ministro

Marianna Holanda/Folhapress
23 nov 2021 às 10:44
Continua depois da publicidade

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda-feira (22), em tom irônico, que quer ver Sergio Moro subir num carro de som e falar com o povo. O ex-ministro da Justiça é seu potencial adversário em 2022.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


"Quero ver ele num carro de som, falando com o povo. Só isso, mais nada", afirmou nesta noite.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O mandatário respondeu a comentários de apoiadores no cercadinho, que criticavam o ex-juiz da Lava Jato.


Bolsonaro disse ainda que não tem acompanhado Moro, que se filiou no último dia 10 ao Podemos com discurso de candidato ao Palácio do Planalto. O ex-juiz sempre disse que não entraria para a política.


Moro atuou à frente dos principais casos da Operação Lava Jato e determinou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista ficou detido por mais de 500 dias, até ser solto por determinação do STF (Supremo Tribunal Federal).

Continua depois da publicidade


Em uma derrota para Moro em março de 2021, a Corte depois considerou-o parcial e anulou os processos contra o ex-presidente.


O ex-juiz entrou para a política a convite de Bolsonaro, em 2018, ao aceitar convite para comandar o Ministério da Justiça. Lá ficou até romper o governo, sob acusação de interferência na PF pelo presidente, em abril de 2020.


Um apoiador questionou ainda Bolsonaro, nesta segunda-feira, se as privatizações não estariam "atrasadas", depois de três meses de governo.


"Privatizar não é botar na prateleira. Quem quer compra aí. Grande parte delas passa no Parlamento. Estamos brigando pelos Correios, pela Telebrás.. Eletrobrás", disse o presidente.


O projeto de desestatização dos Correios está parado no Senado. De acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, o governo pretende privatizar a estatal em julho de 2022.


O presidente retomou ainda, nesta segunda-feira, uma acusação antiga, ao conversar com um apoiador da Noruega. "Noruega bate tanto na gente na questão ambiental. Continua matando baleia por lá ou não?", disse o chefe do Executivo.


Em 2019, ele chegou a compartilhar um vídeo sobre caça de uma caça tradicional realizada em uma ilha dinamarquesa para criticar a Noruega, que havia anunciado a suspensão de repasse de recursos ao Fundo Amazônico.

Continue lendo