Pesquisar

Canais

Serviços

De madeira de demolição com efeito de pátina, o pequeno aparador ao lado do frigobar combina com o estilo rústico do ambiente - Júlia Herman
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Versátil

Aparador: arquiteta destaca as vantagens desse móvel prático e multifuncional

Redação Bonde com assessoria de imprensa
10 mar 2021 às 14:11
Continua depois da publicidade

Bem-vindo em livings, salas de jantar, corredores, varandas e halls de entrada, o aparador é um dos móveis mais versáteis dentro de uma casa, cumprindo diferentes funções. Com vários desenhos, materiais e acabamentos, ele também é um importante recurso para deixar os ambientes mais bonitos e funcionais. Assim como acontece com a escolha de qualquer outro móvel, o aparador precisa seguir as especificações do projeto, além de outros cuidados, conforme as dicas da arquiteta Isabella Nalon, à frente do escritório que leva seu nome.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Podemos encontrar opções feitas de madeira, vidro, metal, entre outras versões, ostentando um estilo retrô, moderno ou rústico. Porém, é preciso cautela ao eleger o material que melhor combinará com o perfil do projeto. "Não há regras e misturar estilos também resulta numa decoração linda e cheia de personalidade”, afirma. "Mas, em geral, se você tem um ambiente rústico, é possível trabalhar com um aparador de madeira. Já em uma composição de atmosfera clássica, com toque clean, podemos adotar um móvel espelhado que, ao mesmo tempo, combinado com estilos clássicos ou modernos. Já quem busca um visual retrô pode lançar mão de uma peça com laca colorida. Ou seja, são infinitas possibilidades”, continua a arquiteta.

Continua depois da publicidade


Para quem gosta de reunir amigos e familiares na área social ou varanda, o aparador faz às vezes de minibar. É um bom lugar para apoiar bebidas, bandejas com comidas e petiscos, copos e taças decorativas. "Você pode selecionar as alternativas feitas sob medida ou alguns modelos prontos, já fabricados com a função de minibar – eles contêm até suporte para armazenar garrafas de vinho”, explica a arquiteta. Alocado perto da mesa de jantar, o móvel acaba organizando as louças, talheres e outros itens muito úteis na hora de servir os convidados. Outra função muito comum do aparador é encobrir as costas do sofá e ajudar, inclusive, na composição do layout e delimitação das salas de estar e jantar.


Emerson Rodrigues
Emerson Rodrigues - Posicionado atrás do sofá do living, o aparador de madeira maciça dá um toque rústico ao ambiente contemporâneo
Posicionado atrás do sofá do living, o aparador de madeira maciça dá um toque rústico ao ambiente contemporâneo


Há quem prefira usar o móvel no hall de entrada, como apoio para chaves e outros itens. Também é o suporte perfeito para aquele vaso florido especial, que recebe quem chega com carinho e alto astral. Com a necessidade atual de ter um escritório em casa, alguns projetos acabam transformando o aparador com pequenas gavetas no protagonista do home office, mas para isso ele precisa ser mais baixo que o convencional. Vale saber que o aparador tem altura entre 80 e 90 cm, e se for usado como mesa de escritório precisará ter 75 cm. "Com ele é possível guardar itens e acessórios do dia a dia trazendo organização e despoluindo visualmente o ambiente”, conta a arquiteta.

Continua depois da publicidade


Para escolher o aparador ideal é preciso analisar a dimensão do ambiente, o que determinará se você poderá contar com modelos prontos ou se terá de encomendar algo sob medida. "Os modelos prontos, nem sempre, atendem as necessidades do projeto, sendo preciso partir para os customizados, já que as dimensões atenderão melhor o ambiente”, diz.


Em espaços compactos, as opções sob medida são mais recorrentes, pois conseguimos aproveitar ao máximo cada centímetro”, comenta. Mas é preciso ter cuidado nas proporções do móvel e na circulação do ambiente. Recomenda-se deixar de 70 a 80 cm de passagem entre o aparador e o que estiver próximo, como outro móvel ou uma parede. "Caso tenha algum cadeirante ou pessoa com dificuldade de mobilidade na residência, vale aumentar o espaço de circulação para 90 cm ou 1 m. Ao optar pelo aparador sob medida é possível aproveitar ainda mais o espaço e garantir uma excelente circulação”, acrescenta.


Para a arquiteta, o aparador tem se tornado uma tendência para quem quer juntar decoração com praticidade. "Nos projetos atuais é difícil vermos salas ou halls sem um aparador, por ter diversas utilidades e dar outra cara ao ambiente. É uma alternativa que tem se tornado indispensável”, acredita. Além da sua funcionalidade, o aparador também é um importante apoio para elementos decorativos, evidenciando aquelas peças de memória ou lembranças de família. Em versões extensas, vale dispor de uma bandeja com bebidas, livros e objetos um pouco maiores, ocupando bem a área. Já em móveis estreitos, acessórios compactos e arranjos de flores são boas pedidas. "A dica é tomar cuidado com o excesso de itens sobre o aparador, isso pode comprometer a leveza visual do ambiente, além de encobrir e desvalorizar o móvel”, recomenda.

Confira algumas dicas para a escolha do aparador perfeito:
- O aparador escolhido deve ‘conversar’ com a decoração de todo ambiente;
- Menos é mais: os objetos decorativos posicionados no aparador devem apresentar harmonia com o móvel e o projeto;
- Exponha peças que registrem a personalidade do morador: vasos, livros, quadros apoiados, arranjos florais ou até mesmo porta-retratos.


Continue lendo