Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Saiba o que fazer

Como pintar paredes com fissuras ou infiltrações

Redação Bonde com Assessoria de imprensa
10 abr 2017 às 16:20
Continua depois da publicidade

A intenção é pintar as paredes. As cores foram escolhidas com cuidado, e o material já está todo separado. Mas, quando é chegada a hora de concretizar os planos, nota-se a presença de fissuras ou, pior, infiltrações. Nesse caso, o melhor a fazer é: 1) conter a ansiedade; 2) guardar as tintas; e 3) resolver o problema. "Uma superfície bem preparada é ponto crucial para uma pintura de qualidade", alerta Biagio Lanzillotti, gerente de Serviços ao Mercado da AkzoNobel Tintas Decorativas. Veja as recomendações profissionais para superar as dificuldades e, enfim, dar aquela repaginada no lar.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Fissuras

Continua depois da publicidade


Conheça o inimigo: fissuras são trincas estreitas, rasas e sem continuidade (diferentemente das trincas ocasionadas por movimentação da estrutura). As causas mais prováveis são: tempo insuficiente de hidratação da cal antes da aplicação do reboco, ou camadas espessas de massa fina.


Mãos à obra! Observe se o reboco está firme e coeso. Em caso afirmativo, raspe e lixe a superfície, eliminando as partes soltas. Na sequência, limpe com pano úmido. Se a resposta for negativa, ele terá quer ser refeito, não tem jeito.

Continua depois da publicidade


Aplique uma demão do Fundo Preparador de Paredes Coral e, depois, três demãos de Coral Proteção Sol & Chuva Pintura Impermeabilizante, ideal para proteger muros e paredes externas de casas e prédios.


Infiltrações


Se as infiltrações apareceram, identifique a origem do inconveniente e resolva o vazamento o quanto antes. Caso contrário, prepare-se para dores de cabeça mais fortes: manchas esbranquiçadas (chamadas de eflorescência), manchas escuras devido à proliferação de microrganismos (mofo, bolor ou fungos), bolhas, descascamento. Vale checar: rodapé da parede externa, calhas, telhas quebradas, paredes na divisa. Se for o caso, contate uma empresa especializada.


Caso a infiltração seja causada por trincas (aberturas contínuas no reboco com mais de 0,2mm de largura provocadas por movimentos estruturais), abra a trinca em forma de V, escove e limpe a superfície, eliminando o pó com pano úmido e as partes soltas. Aplique o Fundo Preparador de Paredes da Coral e, na sequência, preencha a trinca com a seguinte mistura: uma parte de Coral Proteção Proteção Sol & Chuva para duas ou três partes de areia. Depois, aplique uma demão de Coral Proteção Sol & Chuva sobre uma tela de poliéster. Para o acabamento, aplique no mínimo três demãos de Coral Proteção Sol & Chuva.


Lembrete!

Para muros e paredes externas de casas e prédios, o ideal é o Coral Proteção Sol & Chuva Pintura Impermeabilizante. Já para lajes e telhados sem trânsito, o indicado é o Coral Proteção Sol & Chuva Manta Líquida – um revestimento acrílico de excelente aderência que oferece ótimos resultados em concreto, reboco, tijolos, blocos, telhas cerâmicas e de fibrocimento, zinco, alumínio e galvanizado. Ambas as fórmulas produzem uma película emborrachada e altamente flexível que acompanha os movimentos de contração e dilatação da superfície, combatendo e prevenindo fissuras e infiltrações. Além disso, aditivos especiais impedem a formação de algas e mofos.


Continue lendo