30/10/20
PUBLICIDADE
Saiba mais!

Reabertura de academias em condomínios deve ser cautelosa

Freepik
Freepik


Diante dos planos de flexibilização da quarentena de diversas cidades, a tendência é que os condomínios se adequem conforme as suas estruturas e necessidades. Neste sentido, para um local fechado e com riscos de contágio, como a academia, ser reaberto, é essencial que todas as medidas em prol da saúde e segurança de funcionários e condôminos sejam seguidas.


José Roberto Graiche Júnior, presidente da AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo), afirma que é importante verificar se o local atende as recomendações para reabertura, que incluem distanciamento entre equipamentos e pessoas, higienização frequente e ventilação adequada.

O advogado João Paulo Rossi Paschoal lembra que é preciso se atentar ao número de casos da Covid no prédio e na região para controlar a flexibilização.

Os profissionais recomendam fazer uma pesquisa para ouvir a opinião dos moradores antes de abrir a área comum. Assim, será possível entender os interesses dos condôminos e quais os cuidados que eles consideram necessários. "Ao participar da construção, a tendência é a aceitação", comenta Paschoal.

Ele e Graiche reforçam que o síndico deve zelar pela saúde e segurança de todos. Assim, caso a academia seja considerada inviável por não garantir as condições mínimas ou o custo extra seja negativo, por exemplo, o local pode continuar fechado. "É preciso ter bom senso e justificativa para as atitudes tomadas", ressalta Graiche.

Caso a enquete não seja viável, os profissionais orientam que o síndico ouça a opinião de mais pessoas. Isso pode ser feito em uma reunião com o corpo diretivo, por exemplo. Outra opção, é definir as regras em uma assembleia eletrônica ou híbrida (discussão virtual e votação presencial).

Para que a reabertura aconteça de forma consciente, eles recomendam estabelecer limite de pessoas e horários, agendamento prévio, disponibilização de produtos de limpeza para que os próprios usuários possam limpar os equipamentos e uso de máscara obrigatório. É importante utilizar a proteção facial mesmo durante o exercício.

Elaine Endo, 55, é síndica de dois condomínios que contaram com a votação dos moradores para decidir sobre a reabertura, o que aconteceu com restrições. Em um deles, no Brooklin (zona sul), ela aproveitou o aplicativo para reservar espaços, como o salão de festas, para controlar o agendamento da academia.
Folhapress/Larissa Teixeira
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Vem aprender!

Como escolher um painel que melhore a experiência de assistir TV?

29 OUT 2020 às 19h00
Sem erro!

Confira cinco dicas para acertar na iluminação da cozinha

29 OUT 2020 às 18h00
Personalidade

Arquitetas trazem dicas de como decorar corredores; confira

27 OUT 2020 às 19h00
Tecnológico, né?

Fechadura digital: tire suas dúvidas sobre modelos, funcionamento e vantagens

27 OUT 2020 às 17h00
Livre de germes!

Dicas valiosas para manter seu banheiro sempre limpo e cheiroso

26 OUT 2020 às 18h00
Confira as dicas!

Transforme sua varanda em uma área social integrada ao apartamento

26 OUT 2020 às 16h10
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados