Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

A TRÍADE DO SER: UM ESBOÇO

20 jul 2009 às 14:20
Continua depois da publicidade
Conforme acompanhamos a história e evolução do ser humano, um fato comum nos chama a atenção, que é a intensa busca de um estado de equilíbrio e integração entre as principais formas da manifestação consciente do indivíduo: MENTE, CORPO E EMOÇÃO.
Percebemos, através da prática clínica, e também pelo estudo do vasto material produzido nessa área, que a grande maioria dos distúrbios sofridos pelos seres humanos, sejam físicos, psíquicos ou emocionais, têm profunda relação com a ausência do almejado equilíbrio. Devido a isso, o homem passa grande parte de sua vida sem compreender, ou mesmo vivenciar, o real e profundo sentido de estar vivo, e a falta dessa compreensão prejudica não só suas relações pessoais, como também atinge e influencia pessoas e situações ao seu redor.
No entanto, percebemos que o indivíduo pode assumir e vivenciar plenamente sua existência, quando descobre a Tríade do SER. De acordo com nossas observações no trabalho terapêutico, essa Tríade é baseada no foco dos ajustamentos a serem efetuados, ou seja, para o indivíduo tornar-se o autor e mentor de sua existência, a Tríade deve apresentar a seguinte estrutura: Sentir (consciente), Estar (presente), Realizar (apropriar-se).
O sentimento, como força motriz de todas as (futuras) realizações, vem no topo da Tríade, porque evoca e traz, de dentro da pessoa, sua energia criadora, isto é, aquela que manifesta. Quando se cria, identifica e estabelece um objetivo a atingir, os sentimentos e emoções permeiam esse processo, e toda a essência do indivíduo: orgânica, material, espiritual e psicofísica, responde prontamente aos movimentos iniciados, internos e externos, preparando-se para criar e evidenciar aquilo que é esperado ou desejado.
É fundamental, portanto, antecipar toda a emoção, preenchendo a mente consciente com as sensações que se espera vivenciar, alimentando com esse combustível único o processo que está ocorrendo.
A seguir, deve-se tomar consciência de estar plenamente presente no processo, experienciando e escolhendo o momento e a situação, pois estar presente é trabalhar a energia, como um todo, para chegar ao próximo passo.
Na base da Tríade, aparece a Realização, onde o indivíduo torna-se sujeito de si mesmo, através da manifestação plena do ser: corpo, mente e emoções. É nesse momento que todos os indivíduos podem apropriar-se de si mesmos, no espaço subjetivo, mas muito real, entre o sentimento e a presença, entre o agora e o vir a ser. E assim, os 3 aspectos da Tríade se fundem, combinando e transformando a energia de cada um, culminando na experiência única de SER.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade