Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
16 de abril

No Dia Mundial da Voz, veja dicas de especialista para ter uma voz mais confiante

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
16 abr 2024 às 13:48
- Andrea Piacquadio/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

No dia 16 de abril comemora-se o Dia Mundial da Voz, data que lembra da importância desse instrumento fundamental para a comunicação. Segundo Fernanda de Morais, fonoaudióloga, mentora e especialista em Comunicação e Oratória, ela é uma ferramenta poderosa capaz de transmitir emoções, personalidade e confiança.


“O tom de voz é mais do que apenas som; é uma expressão da nossa identidade. Ele pode variar de acordo com o contexto e as emoções envolvidas, podendo ser mais agudos (finos) quando o assunto for mais leve e descontraído, mais grave (voz grossa) quando o assunto for mais sério e cuidadoso e médio quando o assunto não tiver um impacto emocional importante”, explica.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Entretanto, muitas pessoas enfrentam desafios relacionados à voz, com vergonha ou desconforto com a própria maneira de falar. A especialista pontua que isso pode ser motivado por uma variedade de fatores, incluindo a percepção de que as vozes não correspondem às características físicas desses indivíduos ou preocupações com a forma como são percebidas pelos outros.

Leia mais:

Imagem de destaque
Relações internacionais

Longe da líder China, EUA miram qualidade na relação comercial com Brasil

Imagem de destaque
Críticas

Movimento 'Blockout' nas redes sociais mira celebridades nos EUA

Imagem de destaque
Rodolfo Abrantes

Saiba mais sobre a Bola de Neve, igreja denunciada por ex-cantor do Raimundos

Imagem de destaque
Inacreditável

Mãe explorava filha de 13 anos por R$ 100 em motel; 3 são presos


“A vergonha da própria voz pode ter um impacto significativo na autoestima e no desempenho em situações de fala pública ou em reuniões. Pode levar a pessoa a se retrair e evitar oportunidades de falar em público, limitando seu crescimento pessoal e profissional. O som que ouvimos em gravações é o mais próximo do som que os outros ouvem, e os exercícios vocais podem melhorar o timbre, trazer mais graves, mais agudos, de acordo com as necessidades”, destaca.

Publicidade


A boa notícia é que há formas de superar essa vergonha e desenvolver uma voz mais confiante. A prática de exercícios vocais e técnicas de respiração podem ajudar a melhorar a qualidade da voz e a aumentar a autoconfiança ao falar em público. A profissional destaca que a orientação de um fonoaudiólogo especializado em voz pode auxiliar a identificar áreas de melhoria e desenvolver um plano de ação personalizado.


Além disso, a postura e a respiração desempenham papéis fundamentais na qualidade e na confiança da voz. Manter uma postura ereta e uma respiração adequada pode contribuir para uma fala mais firme e controlada. “A postura de tronco e de cabeça impactam diretamente na firmeza da voz. Por isso, evite falar com a cabeça inclinada para o lado, ou com a cabeça elevada ou abaixada. Mantenha 90 graus entre o queixo e o pescoço”, esclarece.


“Portanto, para aqueles que desejam melhorar sua voz e perder a vergonha de falar em público, a chave está em se autoavaliar, praticar exercícios vocais e técnicas de respiração, e buscar orientação profissional. Ao cultivar uma voz mais confiante, é possível alcançar maior sucesso e satisfação tanto na vida pessoal quanto na carreira profissional”, conclui.


Imagem
Projeto da UEL presta orientação gratuita sobre declaração do Imposto de Renda
Até o dia 31 de maio, a Receita Federal espera receber as informações contábeis de mais de 43 milhões de contribuintes de todo o País, com o fim do prazo de entrega da Declaração do IR (Imposto de Renda).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade