13/05/21
PUBLICIDADE
Como identificar e tratar

Saiba quais são as doenças mentais mais frequentes deste século

Freepik
Freepik


Devido a determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS), e também como medida de prevenção à disseminação da Covid-19, o isolamento social passou a ser regra. Estamos em casa, mas o nosso lar que deveria nos trazer aconchego e segurança, passou a ser uma prisão domiciliar, pois passamos a ter medo, receio, incertezas e crise financeira. Esses fatores estão desencadeando alguns distúrbios psicológicos.


Segundo a OMS, 1 em cada 10 pessoas no mundo sofre algum tipo de distúrbio de saúde mental. Esse número representa 10% da população global, aproximadamente 700 milhões de pessoas. Mas para o neuropsicólogo e neurocientista Fabiano de Abreu esses números podem ser maiores, visto que já estamos enfrentando pandemia há mais de um ano e as chances para que surjam as doenças mentais aumentaram, podendo atingir boa parte da população mundial.

"Eu considero este número bem maior já que dados da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) sugerem que 30% da população das Américas teve ou terá algum transtorno mental. Além disso, a mudança de rotina repentina faz com que tenhamos uma disfunção em nossos mensageiros bioquímicos, o que resulta em distúrbios desde leves, moderados e graves", pontua Abreu.

E para o neuropsicólogo existe um fator sentimental que, se desregulada, pode fazer surgir os problemas mentais. "Pontuo a ansiedade, como principal responsável por esses distúrbios. O que acontece é que ter ansiedade constante desregula outros mensageiros bioquímicos responsáveis por nosso humor, sono, temperatura corporal, fome. Se um neurotransmissor é liberado em excesso, desregula todos os outros, inclusive hormônios como o cortisol, responsável pela nossa imunidade e controle nos níveis de açúcar no sangue e pressão arterial", explica.

Saiba quais são as principais doenças mentais

O neuropsicólogo pontuou e explicou algumas doenças mentais mais frequentes neste momento de isolamento. Todas estão relacionadas com a ansiedade e disfunção dos neurotransmissores, que são os mensageiros químicos no cérebro. São elas:

Transtorno de ansiedade: sensação de pavor e pânico ao se deparar com uma situação ou objeto específico.

Transtorno de ansiedade generalizada (TAG): preocupação intensa e persistente sobre situações cotidianas sem real motivo.

Dependência química: uso de substâncias para suprir problemas da mente, como o uso de drogas, álcool, cigarro.

Depressão: este distúrbio/doença pode ter diferentes graus, desde leve, moderado ao grave e está relacionado a disfunções nos neurotransmissores que podem trazer alteração no humor, falta de prazer, pessimismo, sentimentos de inutilidade, desesperança, excesso de preocupação, baixo nível de energia, dores e pode levar à morte.

Transtornos alimentares: anorexia, bulimia, causam recusa à alimentação, distorção da própria imagem e medo de engordar.

Transtorno afetivo bipolar: mudanças radicais de comportamento, podendo ter estágios depressivos profundos à euforias. Há fases que são denominadas como maníaca ou depressiva.

Transtorno sono-vigília: dificuldade de dormir, insônia, que resulta em cansaço, dificuldade de raciocínio e memorização.

Caso veja algum desses itens, dependendo da gravidade, procure um psicanalista, psicólogo e, caso seja grave, um psiquiatra. Fabiano de Abreu está disponível para conversar e sanar mais dúvidas sobre o assunto.

Sobre Fabiano de Abreu

Doutor e Mestre em Psicologia da Saúde pela Université Libre des Sciences de l’Homme de Paris; Doutor e Mestre em Ciências da Saúde na área de Psicologia e Neurociência pela Emil Brunner World University; Mestre em psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio,Unesco; Pós-Graduação em Neuropsicologia pela Cognos de Portugal; Três Pós-Graduações em neurociência, cognitiva, infantil, aprendizagem pela Faveni; Especialização em propriedade elétrica dos Neurônios em Harvard; Especialista em Nutrição Clínica pela TrainingHouse de Portugal. Neurocientista, Neuropsicólogo, Psicólogo, Psicanalista, Jornalista e Filósofo integrante da SPN – Sociedade Portuguesa de Neurociências – Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento e Federation of European Neuroscience Societies.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
Continue lendo
Entenda

Bolsonaro sanciona lei que determina afastamento de grávidas do trabalho presencial

13 MAI 2021 às 09h07
Vacinação

Covid-19: ausência na segunda dose da vacina atrapalha imunização e controle da doença

12 MAI 2021 às 17h46
Análise de contaminados

Perfil genético torna pacientes mais suscetíveis a ter covid-19

12 MAI 2021 às 17h31
Equilíbrio e harmonia

Entenda a importância de dormir bem para o controle de peso e o combate a doenças

12 MAI 2021 às 17h16
Foco e produtividade

Trabalho remoto será comum no pós-pandemia. Sua casa está preparada?

12 MAI 2021 às 16h55
Versatilidade

Aprenda a colocar lace em casa para mudar o visual quando quiser

12 MAI 2021 às 16h28
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados