Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Confira

Veja a lista de exigências de países da Europa e América Latina aos viajantes

Folhapress
22 fev 2022 às 14:57
- Pixabay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com mais de 70% da população com esquema vacinal completo contra a Covid-19, o Brasil vê cada vez mais fronteiras se abrirem para seus turistas. Em São Paulo, por exemplo, a imunização tem sido tão eficiente quanto em países ricos com alta cobertura vacinal.


Em todo o estado, 79,8% da população acima de 12 anos já havia sido completamente vacinada até o dia 10 de fevereiro, mais do que no Reino Unido (71,3%), Alemanha (74%) e Estados Unidos (64%).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Considerando o país como um todo, 80,4% da população já tomou a 1ª dose, enquanto 70,8% receberam ambas ou a vacina de dose única.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

'Quadro psicótico', diz Vanessa Lopes ao falar sobre o que a fez sair do BBB

Imagem de destaque
Eleições 2024

Justiça Eleitoral está preparada para combater fake news, afirma juíza de Londrina

Imagem de destaque
Alerta

Idosos e crianças fazem parte dos grupos de risco para dengue grave

Imagem de destaque
Treta

Polícia indicia mulher, amante e cúmplice por falso sequestro no Paraná


Veja aqui uma lista dos 27 países da União Europeia e alguns dos principais da América Latina que autorizam ou não a entrada de turistas brasileiros atualmente.

Publicidade


Alemanha


São permitidos apenas turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Este deve apresentar o certificado de vacinação finalizado há 14 dias antes da viagem e certificado da UE ou comprovante comparável em alemão, inglês, francês, italiano ou espanhol. Pessoas que se infectaram podem viajar com apenas uma dose, porém, além do certificado de vacinação, também devem apresentar RT-PCR positivo (a contaminação não pode ter ocorrido há mais de seis meses). O comprovante deverá ser enviado através do portal www.einreiseanmeldung.de ou a pessoa deverá ficar em quarentena doméstica por dez dias após entrada na Alemanha.

Publicidade


É possível entrar apenas com uma dose, no entanto apenas nos casos de quem se contaminou antes da vacinação. Deverão apresentar os documentos citados e RT-PCR positivo de pelo menos 28 dias e não mais de três meses atrás. O comprovante de recuperação deve estar disponível nos mesmos idiomas do grupo de vacinados.


Crianças menores de seis anos não precisam apresentar comprovantes.

Publicidade


Pessoas que tenham permanecido em países de alto risco (o Brasil é um deles) dez dias antes da entrada no país estão sujeitas a obrigatoriedade de isolamento.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Janssen, Moderna ou AstraZeneca.

Publicidade


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; comprovar o objetivo da viagem, recursos financeiros suficientes; e, apesar de não obrigatório, a embaixada recomenda que contrate um seguro de saúde.


Saiba mais: https://brasil.diplo.de/br-pt/coronavirus/2320108

Publicidade

https://brasil.diplo.de/br-pt/servicos/visto/schengen/1010106


Áustria

Publicidade


O país liberou a entrada para todos os países e aplicou a obrigação de 2-G-Plus, ou seja, são autorizados vacinados, recuperados e testados por RT-PCR de no máximo 72 horas. Os que receberam a vacina de reforço podem entrar no país sem fazer testes. Caso nenhuma prova de vacinação ou de recuperação for apresentada, a quarentena de 10 dias é obrigatória.


Para comprovar, são obrigatórios certificado em alemão ou inglês ou apresentação de formulário. O viajante também pode usar o app NHS Covid ou o EU Covid Pass. A apresentação do teste RT-PCR negativo é obrigatória em alguns casos. São eles: 2x vacinado ou 1x com Janssen; recuperado com uma dose.


Menores de 12 anos sob supervisão de adultos não precisam apresentar nenhuma prova, mas deverão fazer quarentena.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Janssen, Moderna, Astrazeneca; Coronavac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país com uma página de visto em branco; bilhete de ida e volta; documentos solicitados para o próximo destino; comprovar renda suficiente; contratar seguro saúde válido para todo o território Schengen.


Saiba mais: https://www.austria.info/en/service-and-facts/coronavirus-information/entry-regulations


Bélgica


São permitidos apenas turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Apresentar certificado europeu de vacinação contra o Covid-19 via app Conecte SUS ou certificado brasileiro de vacinação completa 14 dias antes da viagem emitido em inglês, neerlandês, francês ou alemão ou acompanhado de uma tradução simples; formulário de localização de passageiro preenchido dentro de seis meses antes da chegada na Bélgica.


Apresentar teste RT- PCR negativo no máximo 72 horas antes ou antigênico no máximo 36 horas em holandês, francês, alemão ou inglês; submeter-se a um teste RT-PCR no 1º e 7º dia após a chegar (a partir de 12 anos).


Os acompanhantes entre 12 e 18 devem apresentar RT-PCR negativo realizado 72 horas antes da chegada na Bélgica em holandês, francês, alemão ou inglês e submeter-se a teste RT-PCR no 7º dia após a chegada no país. Os não vacinados deverão cumprir quarentena de 10 dias na Bélgica.


Não há voo direto do Brasil para a Bélgica, diante disso, é necessário saber como funciona a entrada no país de trânsito para saber suas condições.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Janssen, Moderna, Astrazeneca.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; comprovante de recursos financeiros e de hospedagem; e seguro viagem.


Saiba mais: https://brazil.diplomatie.belgium.be/pt-br


Bulgária


O país proibiu a entrada de turistas brasileiros. Apenas estudantes com visto de longa estadia são permitidos.


Saiba mais: https://www.tourism.government.bg/en/kategorii/covid-19/aktualizirana-informaciya-za-ptuvashchite-pri-vlizane-v-republika-blgariya


República Tcheca


São permitidos apenas turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Estes devem preencher o formulário de localizador de passageiros; apresentar RT-PCR negativo realizado até 72 horas do embarque; e ter certificado de vacinação em inglês obtido pelo ConecteSUS.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Janssen, Moderna, Astrazeneca.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; comprovar propósito de viagem e renda suficiente para a estadia; e documentos do próximo destino.


Saiba mais: https://www.mzv.cz/jnp/en/index.html


Chipre


De acordo com o Consulado do Chipre, turistas brasileiros devem preencher o formulário CYPRUS FLIGHT PASS. A partir deste, as autoridades sanitárias irão autorizar ou não a entrada.Até o dia 28 de fevereiro, todos os passageiros deverão se submeter a um exame RT-PCR até 72 horas antes da partida ou teste rápido de antígeno 24 horas antes. Além disso, independentemente do estado vacinal, também serão submetidos a testes na chegada ao país e, com exclusão dos que receberam o reforço, deverão fazer teste rápido após três dias da chegada. O custo será por conta do passageiro.


Menores de 12 anos não precisam realizar RT-PCR ou antígeno.


O passaporte de permanência de 90 dias é suficiente para entrada no país.


Saiba mais: https://cyprusflightpass.gov.cy/


Croácia


A entrada de turistas brasileiros só é permitida com reserva ou alojamento pago em hotel, acampamento, locatário privado ou embarcação alugada e outra forma de alojamento turístico, ou seja, proprietário de casas ou navios no país. Apresentar RT-PCR negativo de até 72 horas; certificado de vacinação completa passados 14 dias desde a segunda dose; certificado de recuperação do Covid-19 e uma dose da vacina no prazo de oito meses após contrair o vírus.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, CoronaVac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país com uma página em branco; bilhete ida e volta; comprovação de hospedagem e renda suficiente; e documentos solicitados para o próximo destino.


Saiba Mais: https://mup.gov.hr/uzg-covid/english/286212


Dinamarca


O turista brasileiro previamente infectado não precisa se isolar nem apresentar teste antes da viagem. Basta apresentar teste RT-PCR positivo de, pelo menos, 11 dias e não mais de seis meses antes da data de entrada. Já os vacinados são obrigados a realizar quarentena de dez dias, um teste 24 horas antes do embarque e apresentar Certificado Covid-19 em inglês. Todos os viajantes devem realizar um teste um dia após estar dentro do país.


Menores de 17 anos não são obrigados a fazer teste ou auto isolamento.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país com uma página de visto em branco; bilhete de ida e volta; comprovar propósito de viagem e renda suficiente para a estadia; e documentos do próximo destino.


Saiba mais: https://en.coronasmitte.dk/travel-rules


Eslováquia


Apenas viajantes brasileiros a partir de 12 anos que apresentarem certificado internacional válido com esquema vacinal completo, ou que superaram a doença há não mais de 180 dias, podem entrar no país. O documento deve estar em eslovaco, tcheco ou inglês. Também é necessário preencher o formulário eHranica; apresentar RT-PCR negativo emitido nas 72 horas antes da chegada e preencher o formulário eHranica.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país com uma página de visto em branco; bilhete ida e volta; documentos do próximo destino; documentação de renda suficiente para a estadia e que comprove o motivo da viagem.


Saiba mais: https://korona.gov.sk/cestovanie-do-sr/


Eslovénia


Turistas vacinados e recuperados são autorizados a entrar no país. Vacinados devem apresentar Certificado de COVID em inglês. Recuperados, precisam de resultado positivo RT-PCR ou antígeno com mais de dez dias e menos de 180, certificado de recuperação de infecção e vacinação comprovando o tempo de vacinação.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, CoronaVac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; comprovação de recursos financeiros; e seguro médico internacional.


Saiba mais: https://www.gov.si/en/


Espanha


São permitidos apenas turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Deve-se providenciar certificado de vacinação completo escrito em espanhol, inglês, francês ou alemão (caso traduzida do português, ela deverá ser juramentada) e preencher, 48 horas antes da viagem, formulário de declaração de saúde. É obrigatório que o viajante tenha se imunizado com dose de reforço. Menores de 12 anos não precisam de certificado.


Vacinas autorizadas: Pfize, Moderna, AstraZeneca, Janssen, CoronaVac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; documento comprobatório do alojamento emitido pela Esquadra de Polícia correspondente ao local de hospedagem; confirmação da reserva de uma viagem organizada (com itinerário) e bilhete de ida e volta ou circuito turístico.


Saiba mais:

http://www.exteriores.gob.es/Consulados/SAOPAULO/es/Consulado/Paginas/Articulos/RESTRICCIONES-DE-ENTRADA-A-ESPA%c3%91A-Y-REGLAS-SANITARIAS-A-LA-LLEGADA-A-ESPA%c3%91A.aspx


Formulário de declaração de saúde: https://www.spth.gob.es/


Estônia


Apenas aqueles que apresentarem certificado comprovando esquema vacinal completo (com dose de reforço) emitido em inglês, russo ou estoniano e o formulário de localização de passageiro 24 horas antes.


Vacinas autorizadas: Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Janssen


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; comprovante dos voos de entrada e saída do país; seguro saúde; e documentos exigidos para o próximo destino e comprovante de renda suficiente para todo o período de permanência.


Finlândia


Apenas turistas brasileiros completamente vacinados são autorizados a fazer turismo. O viajante precisa apresentar comprovante de vacinação; teste de RT-PCR negativo ou antígeno emitido em até 48 horas da chegada; laudo com diagnóstico de Covid-19 nos últimos seis meses (caso infectado). Documentos em português devem ser traduzidos para o inglês com tradutor juramentado.


Não há voo direto do Brasil para a Finlândia. Diante disso, é necessário saber como funciona a entrada no país de trânsito para saber suas condições.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, CoronaVac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de volta com data marcada; seguro de viagem (com cobertura de 30000 euros); 30 euros por dia; cartão de crédito internacional são necessários.


Saiba mais: https://finlandabroad.fi/web/bra/atualidades/-/asset_publisher/h5w4iTUJhNne/content/koronavirus-brasiliassa/384951


França


São permitidos apenas turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Devem estar munidos de formulário de declaração apresentando que não tiveram sintomas de infecção da Covid-19 ou tido contato com pessoas que testaram positivo para a doença (a partir de 11 anos); comprovante de vacinação completa; RT-PCR ou antigênico negativo realizado menos de 48 horas antes do embarque.


Menores de 12 anos estão isentos de quaisquer exigências.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, Astrazeneca, Janssen, Coronavac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; documentos solicitados para o próximo destino; documentos que comprovem o propósito da viagem; comprovar renda suficiente para a estadia.


Saiba mais: https://riodejaneiro.consulfrance.org/Coronavirus-Covid-19-FAQ


Grécia


Em fevereiro de 2022, o país abriu as fronteiras para turistas brasileiros completamente vacinados. Além do certificado de vacinação, apresentar RT-PCR negativo realizado 72 horas antes do embarque ou antígeno 24 horas, comprovar seguro saúde com cobertura para Covid-19, e ter formulário digital preenchido.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, Astrazeneca, Janssen, Coronavac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; comprovante de recursos financeiros e hospedagem durante a viagem; seguro com cobertura internacional de saúde.


Formulário: https://travel.gov.gr/#/


Hungria


É proibida a entrada de turistas brasileiros.


Saiba mais: https://saopaulo.mfa.gov.hu/page/cidadaos-brasileiros


Países baixos/Holanda


Turistas brasileiros devem apresentar declaração de vacina Covid-19 disponível no site do governo; comprovante de vacinação com esquema vacinal completo; resultado negativo de RT-PCR; formulário de declaração de saúde (a partir de 12 anos). Realizar um autoteste na chegada.


Vacinas autorizadas: Astrazeneca, Pfizer, Moderna; Janssen; Coronavac.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; documentos solicitados do próximo destino; comprovação de propósito da viagem e renda suficiente para a estadia.


Saiba mais: https://www.government.nl/topics/coronavirus-covid-19/visiting-the-netherlands-from-abroad

https://www.holandaevoce.nl/


Irlanda


Os passageiros com destino à Irlanda deverão apresentar um teste RT-PCR negativo para a Covid-19. Os testes devem ser realizados por um profissional de saúde ou pessoal qualificado. Apresentar o formulário de localização de passageiros antes da partida, um certificado Covid-19 em formato escrito ou eletrônico em inglês, irlandês ou uma tradução oficial para irlandês ou inglês. Caso chegue à Irlanda sem o resultado negativo do teste obrigatório pré-embarque, deverá fazer um teste dentro de 36 horas após a chegada.


Aos recuperados, certificado Covid-19 não digital "prova de recuperação" em formato escrito ou eletrônico em inglês ou irlandês ou tradução oficial.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, Janssen e AstraZeneca.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; comprovar hospedagem; bilhete de ida e volta e renda suficiente relacionados à duração da estadia.


Saiba mais: https://www.gov.ie/en/


Itália


É proibida a entrada de brasileiros sem vínculo com a Itália e pessoas que transitaram no país 14 dias antes da viagem.


Saiba mais: https://consriodejaneiro.esteri.it/consolato_riodejaneiro/pt/la_comunicazione/dal_consolato/emergenza-covid-19-coronavirus.html


Letônia


É proibida a entrada de turistas brasileiros.


Saiba mais: https://www.mfa.gov.lv/en/information-travellers-latvia-provisions-preventing-spread-covid-19


Lituânia


Vacinados, recuperados e não vacinados são autorizados a entrar na Lituânia. Dos com esquema vacinal completo e recuperados são exigidos teste RT-PCR ou antígeno até o 3º dia da chegada; certificado oficial que comprove vacinação ou de recuperação em um dos idiomas oficiais da UE; preencher questionário 48 horas antes da chegada. Os não vacinados devem apresentar RT-Negativo de até 72 horas ou antígeno de 48 horas; teste até o 3º dia; auto isolamento de sete dias; e questionário dois dias antes da chegada.


Vacinas autorizadas: Janssen, Pfizer, Moderna, Astrazeneca


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; bilhete de ida e volta; renda durante a permanência; seguro saúde válido para todo o território Schengen; documentos solicitados para o próximo destino.


Saiba mais: https://www.lithuania.travel/en/news/covid-19-in-lithuania-information-for-tourists


Luxemburgo


É proibida a entrada de brasileiros.


Saiba mais: http://consuladoluxemburgo.com.br/


Malta


É proibida a entrada de brasileiros.


Saiba mais: https://www.visitmalta.com/en/


Polônia


É proibida a entrada de turistas brasileiros.


Saiba mais: https://www.strazgraniczna.pl/pl/cudzoziemcy/covid-epidemia-koronawi


Portugal


Não é preciso estar vacinado ou fazer quarentena, basta apresentar teste RT-PCR negativo ou antígeno com 72 horas ou 48 de antecedência, respectivamente, e a Declaração de Localizador de Passageiros. Todos, vacinados ou não, devem apresentar teste negativo. Menores de 12 anos estão isentos dessa exigência.

Vacinas autorizadas: Janssen, Pfizer, Moderna, Astrazeneca


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir da data de saída do país; documento comprovativo de alojamento e meios financeiros de acordo com a estada (equivalente a 75 euros por cada entrada em território nacional, acrescidos de 40 euros por dia de permanência); bilhete ida e volta.


Saiba mais: https://consuladoportugalsp.org.br/


Romênia


O turista brasileiro pode entrar na Romênia independentemente de estar ou não vacinado. Caso não esteja, deve ficar em quarentena por cinco dias (exceto crianças até 12 anos). Todos devem preencher a declaração on-line do Coronavírus Covid-19 até 72 horas antes da viagem e a Declaração de Localizador de Passageiros. Já para as crianças, o teste RT-PCR negativo só é exigido para a faixa de três a 16 anos, com 72 horas antes da data de entrada.


Vacinas autorizadas: Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen.


O viajante precisa ter um passaporte válido por seis meses a partir de sua data de saída do país e uma página de visto em branco; bilhete ida e volta; comprovação de hospedagem e renda suficiente para o período da estadia; e documentos do próximo destino.


Saiba mais: https://romaniatourism.com/travel-advisory.html


Declaração on-line: https://chestionar.stsisp.ro/


Suécia


É proibida a entrada de brasileiros.


Saiba mais: https://polisen.se/en/


Países Latino Americanos


Argentina


São permitidos apenas brasileiros com esquema vacinal completo. Apresentar RT-PCR negativo realizado até 72 horas antes do embarque (menores de seis anos são isentos) e certificado de vacinação completa (de 14 dias antes do embarque). Preencher "declaración jurada" até 48 horas antes da viagem; ter seguro com cobertura Covid-19. O turista deverá realizar RT-PCR após 5/7 dias no país. Menores sem vacinação completa devem realizar quarentena.


Vacinas autorizadas: Astrazeneca; Pfizer; Janssen; Coronavac.


Apenas o documento de identidade é suficiente.


Saiba mais: http://cgbuenosaires.itamaraty.gov.br/pt-br/Main.xml


Declaración jurada: https://www.argentina.gob.ar/interior/migraciones/ddjj-migraciones


Bolívia


Os viajantes devem apresentar teste RT-PCR negativo realizado até 72 horas antes da chegada (menores de cinco anos são isentos), seguro saúde com cobertura para Covid-19, um formulário de saúde e registrar endereço de acomodação. Os não vacinados estão sujeitos a auto isolamento por 10 dias.


Vacinas autorizadas: Pfizer e Astrazeneca.


Apenas o documento de identidade é suficiente.


Registro de endereço de acomodação: http://sistemas.migracion.gob.bo/sigemig/#/extranjero/EmpadronarExtranjero


Chile


Só poderão entrar turistas brasileiros com esquema vacinal completo munidos de declaração juramentada de viajantes feita 48 horas antes da viagem; teste RT-PCR negativo de até 72 horas até o horário de saída do voo (crianças com até dois anos são isentas deste requisito); seguro médico de saúde; certificado de vacinação homologado antes da entrada. Crianças até seis anos não vacinadas e pessoas vacinadas com imunizante não autorizado pelo país devem fazer quarentena de sete dias. Todas as pessoas devem fazer teste RT-PCR no ponto de entrada e cumprir quarentena por cinco dias ou até o resultado negativo.


Vacinas autorizadas: Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Coronavac.


Apenas o documento de identidade é suficiente.


Saiba mais: https://www.chile.travel/pt-br/planoviagemparaochile/


Colômbia


Apenas turistas brasileiros com algum nível de vacinação são permitidos no país. Os com esquema vacinal ainda incompleto devem apresentar RT-PCR negativo de até 72 horas. Apresentar certificado de vacinação; preencher o formulário Check-mig na página Migración Colômbia até 24 horas antes da viagem.

Vacinas autorizadas: Astrazeneca; Pfizer; Coronavac.


Apenas o documento de identidade é suficiente.


Saiba Mais: https://www.cancilleria.gov.co/newsroom/news/nuevas-medidas-ingresar-colombia-aerea-diciembre-2021


Uruguai


A entrada no país é permitida apenas a turistas brasileiros com esquema vacinal completo. Serão exigidos RT-PCR negativo realizado até 72 horas antes da viagem (menores de sete anos estão isentos); certificado de vacinação; seguro de assistência com cobertura específica para Covid-19; e formulário online preenchido.


Vacinas autorizadas: Astrazeneca; Pfizer; Janssen; Coronavac.


Apenas o documento de identidade é suficiente.


Saiba mais: https://turismo.gub.uy/

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade